PAÍS PERDE UM DOS PRINCIPAIS PESQUISADORES SOBRE A HISTÓRIA DOS TRANSPORTES – WALDEMAR CORREA STIEL

Waldemar Correa Stiel

: Livro Ônibus – Uma história do Transporte Coletivo e do Desenvolvimento, uma das obras de Waldemar Correa Stiel que faleceu neste domingo, dia 29 de maio de 2011, no INCOR. Suas obras são referências no resgate e preservação da memória e da evolução da mobilidade no Brasil. Waldemar Correa Stiel unia a razão e a técnica ao amor que cultivava pelos meios de transportes públicos. Foto: Adamo Bazani

País perde um dos maiores historiadores dos transportes
Autor de três livros sobre transportes, Waldemar reuniu informações e fotos sobre a evolução dos transportes que estariam perdidos sem seu trabalho

ADAMO BAZANI – CBN

Há pessoas que ficam na história pelo que são. Há outras pelo que fazem.
No caso de Waldemar Correa Stiel, pelos dois motivos.
Considerados um dos maiores pesquisadores dos transportes brasileiros e um apaixonado pelo setor, Waldemar morreu por volta das 18h45 deste domingo no INCOR – Instituto do Coração, em São Paulo.
Com 90 anos de idade, ele não resistiu a problemas cardíacos.
Waldemar Correa Stiel foi responsável por reunir e eternizar importantes informações sobre ônibus e bondes, sua especialidade, ao longo de seu trabalho.
Desde jovem colecionava fotos, informações, folhetos e dados.
Ele fez três livros sobre o tema:

• História dos Transportes Coletivos em São Paulo (1978)
• História do Transporte Urbano do Brasil (1984)
• Ônibus: uma história do Transporte Coletivo e do Desenvolvimento (2001)

A obra de Waldemar Correa Stiel é uma das principais fontes de pesquisas nos dias de hoje quando o assunto é como os sistemas de mobilidade se desenvolveram.
“Conheço o Waldemar desde os 14 anos de idade. Um grande amigo. Ele saía para tirar fotos de bondes e tinha uma paixão pelo assunto. Eu gosto de transportes desde os 03 anos de idade e ele me incentivou ainda mais” – disse o também pesquisador Ayrton Camargo e Silva.
“Ele pesquisava com paixão. Foi uma das principais referências no Brasil quando o assunto era bondes e trólebus, principalmente” – complementou Mário dos Santos Custódio, que também realiza pesquisas históricas e mantém acervos fotográficos sobre transportes.
Todos são unânimes em dizer que em sue trabalho de pesquisa, Waldemar Correa Stiel conseguia unir dois aspectos importantes para retratar de maneira fiel e humana a história: ele usava conhecimento técnico e razão junto com o amor pelo que fazia.
Sem o traballho de Waldemar, muitas informações e fotos sobre os transportes, um setor que está inserido no dia a dia das pessoas, e cuja a história ajuda a entender vários aspectos do crescimento do País e até de alguns erros do passado, poderiam estar perdidas
O velório será realizado a partir das 09 horas da manhã desta segunda-feira, dia 30 de maio, no Cemitério de Congonhas, onde será feito o enterrro às 16 horas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

6 comentários em PAÍS PERDE UM DOS PRINCIPAIS PESQUISADORES SOBRE A HISTÓRIA DOS TRANSPORTES – WALDEMAR CORREA STIEL

  1. http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAH9ATU4jkede6iZlJnnjr7bZ_WKKaesLyk73N1rHUnihxhlutBo-ulYmUJMaxQuTZ7u53Qw00Tu-94Hm48mjM6AAm1T1UKyqi-K2e7wXGwtFh-z7JRq7-1YI.jpg

    Fica aqui a minha singela homenagem ao Professor Waldemar Correa Stiel.

    Esta foto foi uma das nossas primeiras reuniões do Respira São Paulo.
    Professor Waldemar Correa Stiel de jaqueta preta bem à esquerda. Foto tirada no memorial do imigrante, arquivo pessoal Marcos Galesi.

    “A imagem que quero que fiquem em nossos corações e lembranças, é a participação e a atuação do nosso querido Professor Waldemar Stiel. Fica aqui a minha homenagem”. Marcos Galesi

  2. Bom dia.

    Para quem vai, fica a certeza de ter contribuído para a construção de algo.

    Para quem fica, meus sentimentos e dizeres de que, cada um, nestas horas, sente a dor, da sua maneira, muitas vezes, de uma maneira que sequer podemos imaginar.

    Apesar de não tê-lo conhecido, registro aqui os meus parabéns ao Sr. Waldemar.

    • Prezados Amigos,

      informo a todos que o Dr. Waldemar Stiel será sepultado hoje, segunda feira, às 16h00 no Cemitério de Congonhas.

      O endereço é Rua Ministro Alvaro de Souza Lima 101, Jardim Marajoara. travessa da Av. Interlagos, na altura do numero 400.Telefone: 5522-0911.

      Agradeço desde já o apoio e a solidariedade à família.

      Ayrton Camargo e Silva

  3. Que dizer???
    Tristeza de nossa parte, muito embora não o tenha conhecido pessoalmente, mas faz-me lembrar Santo Agostinho: “Mostre-me sua fé sem as obras e eu com minhas obras te mostrarei minha fé”. Ele, Waldemar Stiel, mostrou sua fé com as obras feitas, deixadas para nós.
    Kaio Castro – Presidente
    Primeiro Clube do Ônibus Antigo Brasileiro

  4. Charles Machado // 1 de junho de 2011 às 21:39 // Responder

    Vai-se o homem e fica a sua obra,eterna fonte de pesquisa para os brasileiros que se interessam pela historia do transporte coletivo do pais.Que o seu legado sirva de exemplo e de fonte inesgotavel para as gerações vindouras.Adeus!!!

  5. Estanislau Rybczynski // 28 de Maio de 2012 às 23:29 // Responder

    Como leitor e ter como hobby escrever historias sobre pessoas, e locais fiquei admirado com o trabalho do professor, por isso gostaria de conhecer a biografia mais completa do Prof, Waldemar Correa Stiel, como local de nascimento e escolas que cursou e algo sobre filhos e netos.
    Li sobre ele no seu blog e uma reportagem no Jornal O Estado de São Paulo, em 12/04/2003.
    li que ele viveu na infancia em Sto Amaro, que é meu objeto de pesquisa, por isso imagino que ele nasceu aqui.
    grato

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: