EXCLUSIVO: Já é possível integrar todos os meios de transportes na Região Metropolitana

ônibus

Ônibus intermunicipal da Auto Viação ABC, em Santo André, na Grande São Paulo. Presidente do Conselho Diretor que engloba o Consórcio Metropolitano de Transportes, João Antônio Setti Braga, afirmou que imediatamente já é possível integrar de forma física todos os meios de transportes da Grande São Paulo com um só cartão, como o Cartão BOM, que deve ainda neste ano servir também para o Metrô, os trens da CPTM e os ônibus e trólebus da Metra. Atualmente o BOM é usado pelos ônibus intermunicipais nas 39 cidades da Região Metropolitana de São Paulo. O Parlamento Metropolitano, criado na segunda-feira, elegeu como prioridade o Bilhete Único Metropolitano. A integração tarifária depende das condições de cada município. Foto: Adamo Bazani.

“Ônibus integrados na Grande São Paulo, é possível”, diz empresário sobre Parlamento Metropolitano.
Para João Antônio Setti Braga, presidente do Conselho Diretor que engloba o Consórcio Metropolitano de Transportes e a empresa Autopass, que comercializa o Cartão BOM, já há estrutura técnica para a integração física. A tarifária dependerá de cada município

ADAMO BAZANI – CBN

Nesta segunda-feira, dia 09 de maio de 2011, foi criado o Parlamento Metropolitano, uma entidade que reúne representantes de câmaras municipais das 39 cidades que formam a Região Metropolitana de São Paulo.
O objetivo é aproximar os municípios, minimizando as diferenças políticas e ter uma visão realmente dentro do contexto de Região Metropolitana, pelo qual, as cidades divididas apenas por limites imaginários, praticamente se emendando, num alto grau de urbanização, têm relações intensas e problemas em comum. Entre eles o de transportes coletivos.
Na atual conjuntura não basta apenas pensar em mobilidade dentro de uma cidade só. As atividades econômicas e culturais vão além dos limites de território e o vai e vem entre as cidades é cada vez maior.
Uma das prioridades do Parlamento Metropolitano é a criação de um Bilhete Único Metropolitano que poderia integrar os transportes nas 39 cidades, incluindo a Capital Paulista.
Apesar de não concordar com o termo Bilhete Único, o empresário de ônibus João Antônio Setti Braga, do Grupo da Auto Viação ABC, e presidente do Conselho Diretor que engloba a Autopass, empresa que comercializa o Cartão BOM, e do Consórcio Metropolitano de Transportes, diz que é perfeitamente possível haver uma integração não somente entre ônibus intermunicipais, mas os municipais de cada município que forma a Região Metropolitana de São Paulo.
O Cartão BOM (Bilhete de Ônibus Metropolitano) é usado nos ônibus intermunicipais dos 39 municípios e, segundo o empresário, há tecnologia também para ser usado nos ônibus municipais.
O presidente do Conselho Diretor ao qual pertence o Consórcio Metropolitano de Transportes, que reúne 45 empresas de ônibus na Grande São Paulo, João Antônio Setti Braga, disse que inicialmente é possível integração física, inclusive com a utilização do Cartão BOM.
“A integração física imediatamente pode ser feita. Nós temos tecnologia e estamos preparados para isso. Em relação à integração tarifária, depende de cada ente deste Parlamento. Cada município possui uma realidade econômica diferente. Uma coisa tem de ser bem entendida, integração tarifária passa pela palavra subsidio” – defendeu o empresário, sem descartar a possibilidade as tarifas se intregarem depois do avanço das discussões entre as cidades.
João Antônio Setti Braga vê como positiva a vontade política do Governo do Estado de São Paulo para as integrações e anuncia que o CARTÃO BOM, também inicialmente de forma física, poderá ser usado nos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e do Metrô ainda neste ano.
“As negociações para esta integração entre o BOM (dos ônibus intermunicipais) e os trens e Metrô já foram bem adiantadas. Isso é uma vontade política do governador de São Paulo, ele fala isso abertamente. E tendo vontade política, vamos em qualquer lugar, sem ele, pode ter até dinheiro, mas não se vá a ligar nenhum. Mas existe esta vontade política do Governador. Um dos secretários do Governador, o Edson Aparecido, está incumbido de conversar com todos os Prefeitos da Região Metropolitana para se fazer esta integração (entre as cidades)” – disse João Antônio Setti Braga.
O Cartão BOM já é usado em ônibus municipais de diversas localidades da Grande São Paulo, como Cotia, Taboão da Serra, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mairiporã, São Caetano do Sul, Rio Grande da Serra e Carapicuíba.
A quantidade de Cartão BOM nas 39 cidades da Grande São Paulo atingiu neste dia 11 de maio de 2011, às 9h da manhã, horário que foi realizada a entrevista, 2 milhões 842 mil 527 unidades.
Para João Antônio Setti Braga, no atual contexto de Região Metropolitana, pelo qual as cidades estão cada vez mais relacionadas e as atividades mais intensas, com o cidadão não podendo perder tempo e precisando de praticidade, não há mais sentido de a pessoa usar um passe para o ônibus municipal, outro para o intermunicipal, um para o trem e outro para o metrô.
Uma única mídia deve atender o cidadão em todos os modais e o cartão deve ser multifuncional, podendo ser usado em outros serviços, prevê João Antônio Setti Braga.
O Cartão BOM também deve ser usado neste ano nos ônibus e trólebus da Metra (Sistema Metropolitano de Transporte Ltda), que servem o Corredor ABD, entre São Mateus (zona Leste de São Paulo) e Jabaquara (zona Sul da Capital Paulista), pelos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá e Diadema, além da extensão o município de Diadema e a região da Berrini, na zona Sul de São Paulo.

4 comentários em EXCLUSIVO: Já é possível integrar todos os meios de transportes na Região Metropolitana

  1. Boa noite à todos !

    Como a matéria, muito boa por sinal, evidenciou através das palavras do empresário José Antônio Setti Braga “…integração tarifária passa pela palavra subsídio”.

    Isto precisa ser bem equacionado.

  2. José Antônio Setti Braga está nessa? então não deve haver politco nenhum, só deve haver Baltazar, Sófio, Ronan, e até mesmo José ruas, Belarmino Marta, e CIA. LTDA. isso deve ser bom pros usuários

  3. acompanhei com curiosidade denuncias sobre o consórcio 4 leste
    derepente parou não vi falando mais nada,poderia nos informar
    oq ocorreu nesse caso?não tem mais denuncias ou foi parada as investigações
    espero sua resposta

  4. Sobre o Consórcio Leste 4, continuamos no caso, mas está mais difícil de conseguirt as informações.

    As partes, todas, não estão se manifestando como antes.

    Só sabemos que a qualidade dos serviços ainda mantém o mesmo padrão.

    Mas tão logo consigamoas outras informações, certamente elas serão´publicadas depois das devidas checagens jornalísticas.

    Grato

    Adamo Bazani

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: