EMPRESAS DO PARANÁ TENTAM TRANSPORTE DE DIADEMA

O processo de privatização da ETCD – Empresa de Transportes Coletivos de Diadema – está em fase final.
A reportagem acompanha desde a manhã de hoje a análise das propostas e dos documentos apresentados pelas quatro empresas de ônibus que disputam de fato os 40% dos serviços de transportes que são prestados pela primeira e última prestadora pública do ABC Paulista.
Os envelopes começaram a ser abertos às 10 horas da manhã no Paço Municipal de Diadema.
As empresas que disputam são:

– Benfica, de Barueri, na Grande São Paulo
– Sorriso, do Paraná
– Umuarama, do Paraná
– Metropolitana, que opera em Recife e na Capital Paulista, no lote da Paratodos, zona Sul de São Paulo.

A Sorriso é outra empresa que tenta abrir novos mercados. ela já conseguiu entrar em Uberaba, Minas Gerais, onde operava a Transmil, empresa de Baltazar José de Spusa, empresário do Grande ABC Paulista.
A reveleção dos nomes das empresas que apresentaram propostas foi uma surpresa. Eram esperadas a Auto Viação Três Irmãos, de Jundiaí, que entrou várias vezes com representações no Tribunal de Contas do Estado Contra a Licitação, a Viação Alpina, do Grupo ABC, da família Setti Braga, e a Viação Riacho Grande, do mesmo grupo da Viação Imigrantes que já opera em Diadema, apesar de seu contrato ter apresentado irregularidades, de acordo com o TCE.
A dívida da ETCD é de R$ 110 milhões, dos quais R$ 20 milhões só para a Viação Alpina.
O resultado da licitação ainda hoje, no blog.
Adamo Bazani

5 comentários em EMPRESAS DO PARANÁ TENTAM TRANSPORTE DE DIADEMA

  1. Adamo, a Imigrantes nao apresentou proposta para se manter? nem nenhuma do grupo atual?

  2. Pois é, na minha humilde opinião, quem não sabe se estabelecer, não permanece.

    • Prezados Adamo e Galesi, boa noite !
      Desejo que estejam bem ! O Adamo bem conhece minha opnião a respeito do universo do transporte por ônibus, em especial, aqui em SP., região metropolitana e parte do interior paulista. Em síntese, faço minhas as palavras do Galesi. Certos empresários, ainda que com uma biografia de luta respeitável, não evoluíram, e, foram superados.
      Bem vindos, paranaenses, gaúchos, cariocas e tantos outros que se habilitarem. Abaixo a conversa de que, eu não mexo com você e você não vem para o meu lado, bem como, o pequeno sempre será pequeno, a empresa de fretamento não pode vencer uma licitação do urbano e outros tantos “pré” conceitos.
      Aproveito a oportunidade para perguntar aos amigos, se, sabem de alguma coisa sobre a licitação da artesp para as linhas intermunicipais do estado de SP ?
      Abraços.

  3. Já faz algum tempo que venho acompanhando algumas licitações em algumas cidades brasileiras e o que dá pra observar é que as empresas estão realmentre expandindo suas atuações em várias regiões, temos alguns exemplos recentes como: Leblon em Mauá, Saes Pena e São José dos Campos, Cidade Sorriso em Uberaba/Minas Gerais, Expresso Maringá, entre tantas. Observa-se que há por traz dessas empresas holdings ou grupos bem constituidos que tem por objetivo explorar os serviços em cidades médias e grandes. È fato também que esses grupos/holdings enfrentam em algumas regiões antigos monopólios que felizmente estão deixando de existir. De qualquer modo que vença quem realmente oferecer um serviço de qualidade e dignidade á população de Diadema, estaremos torcendo por isto. Forte abraço

  4. Só uma correção amigo,a Viação Sorriso opera aqui em Uberlândia/MG,as operadoras de Uberaba são a Líder e Piracicabana.

    Espero que o transporte de Diadema se resolva logo e esta novela termine.

    Parabéns pela matéria!
    Forte Abraço e fique com Deus.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: