COOPERATIVAS PODEM PARAR EM SÃO PAULO


Cooperativas entram em Estado de Greve em São Paulo
Repasses e instabilidades jurídicas e operacionais são queixas das prestadoras de serviços
ADAMO BAZANI – CBN

Oito cooperativas de transportes coletivos de São Paulo decretaram besta sexta-feira, dia 11 de março, estado de greve.
As cooperativas operam parte do sistema local da cidade que, segundo dados de fevereiro da SPTrans, correspondia 6.007 veículos.
Juntas as cooperativas transportam mais de 3,5 milhões de passageiros.
A principal reivindicação dos representantes dos donos dos ônibus é o repasse das tarifas feitos pela SPTrans.
Dos R$ 3,00 por passageiro transportado, a empresa gerenciadora dos transportes municipais repassa R$ 1,19 para as cooperativas, enquanto que para as empresas de ônibus constituídas, o valor se aproxima dos R$ 2,00, dependendo da região, segundo “Paulinho”, que representa as cooperativas.
O Sindicato apresentou uma proposta de remuneração fixa de R$ 29 mil reais por ônibus ou micro-ônibus de cooperativa.
Pela manhã desta sexta-feira, veículos da Cooperativa Associação Paulistana já rodavam com cartazes avisando sobre o estado de greve.
A categoria se reúne na Praça da Sé, região Central de São Paulo, e não descarta a possibilidade de parar totalmente na próxima semana.
As instabilidades jurídicas também marcam as cooperativas. Vários presidentes e líderes são alvos de ações judiciais e cooperados reclamam que as diretorias não repassam totalmente para eles as verbas oriundas da SPTrans, havendo suspeita de desvio de dinehiro.
Um dos maiores problemas ocorre na área 4 da Capital Paulista. A reportagem mostrou vídeos e documentos que apontam possíveis irregularidades nos repasses, existência de uma empresa que ganham como operadora mas que não possui nenhum ônibus e má prestação de serviços no Consórcio Leste 4. O Ministério Público deve tomar atitudes em relação a esse quadro na região 4 da zona Leste muito em breve..
Adamo Bazani.
colaborou Marcos Galesi

29 comentários em COOPERATIVAS PODEM PARAR EM SÃO PAULO

  1. Cooperativas deviam ficar em greve pra sempre…

    • Rodrigo de Freitas Andrade // 11 de Março de 2011 às 17:54 // Responder

      Cooperativas deviam ficar em greve pra sempre…[2]

      • Sergio Pires // 13 de Março de 2011 às 13:07 //

        O Sr Rodrigo cuidado porque o peixe morre pela boca e quem desdenha quer comprar.

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 14 de Março de 2011 às 17:37 //

        Está me ameaçando Sérgio Pires.
        Estou já fazendo um B.O.
        Atentem prezadas autoridades do GAECO, estava demorando pra alguém destas cooperativas ameaçar alguém.

    • Rodrigo de Freitas Andrade // 14 de Março de 2011 às 17:42 // Responder

      Continuarei ATÉ O FIM DE MINHAS FORÇAS denunciando os abusos e as ameaças destas cooperativas.
      Não tenho medo pois quem é honesto e não deve nada não teme, principalmente quem crê que existem coisas maiores do que apenas as questões mundanas.
      Vcs já sabem prezado amigos, se acontecer algo ruim contra mim, saberão de onde veio.

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 14 de Março de 2011 às 17:45 //

        Exmo. Dr. Saad Mazloum:
        Caso o senhor estiver frequentanedo este blog, peço que o senhor investigue as linhas 3732-10, 3732-33, 3732-21 e 3732-41 pois os donos de frota estão realocando sem permissão da SPTrans carros da linha base 3732-10 para os demais ramais, muito além do estipulado em OSO e com isso a linha base fica com poucas partidas na linha.

        Quem denuncia, acontece o que vcs estão vendo, acaba ameaçado, por isso que a lei do silêncio infelizmente impera aqui na COHAB II.

    • Pelo contrário, greve nao deveria existir, deveria ser proibido e penalizado quem o faz!! ou vc acha justo e pouco egoista milhões ficarem na mão por uma reivindicação? nao estou dizendo que nao tem direito ou nao devem lutar por melhores condições de trabalho, mas fazer isso a qualquer custo nao é certo!

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 15 de Março de 2011 às 19:41 //

        Vc está errado prezado Anderson.
        Greve é direito dos trabalhadores, previsto em lei, desde que esta greve não seja um LOCAUTE, como que parece que seria esta das cooperativas de SP.

  2. belo texto senhor Adamo! mas eu não senti mudanças . os cooperados estão fazendo greve, mas sabem que eles não são os únicos culpados, mas sim seus patrões corruptos. Agora eu pergunto, se não houvesse o aumento imagine quanto tempo estaria a greve.
    Senhor Adamo, me adiantando, quais empresas estão interessadas no Lote 4 4 ou 4 2?

  3. As cooperativas são importantes nos meios de transporte desde que bem gerenciadas, e que tenham pessoas que sejam descomprometidos com sí próprios ou seja com os próprios interesses, isso para serem diretores, pois tem muitos pais de familia que trabalham e necessitam de direitos que infelizmente são negados pelo motivo de ser cooperado.

    As lotações teriam uma função melhor se realmente buscasse os passageiros aonde estão e não apenas nas avenidas aonde tem linhas de ônibus, há bairros inteiramente isolados que não tem linhas de ônibus, por que os lotações não fazem linhas circulares que atendam esta população e que deixe a população nos pontos troncalizadores dos bairros nas avenidas????

    • Amigo Galesi, sabe porque não fazem isso e nem dão essa sugestão para a SPTrans, porque as cooperativas não estão interessadas em melhorar o transporte público da cidade e nem em prestar um bom serviço , eles apenas querem ganhar dinheiro a todo custo, se fosse pelo gosto deles, eles ficariam parados no ponto final só pegando gente passando pela catraca e depois de 30 minutos parado, colocariam todos os passageiros do micro onibus já lotado pra fora, alegando que não seguirão viagem, ou seja, ganhariam dinheiro parado, esse é o sonho deles!!

  4. MARCIO DE BARROS SILVA . // 11 de Março de 2011 às 19:13 // Responder

    O Ministério Público deveria vericar as COOPERATIVAS Também , os diretóres da NOVO-HORIZONTE são pessoas ligadas as PERUAS DE TRANSPORTES , essas pessoas são verdadeiros LADRÕES , estão ricos as custas de pessos honestas e trabalhadoras AUTORIDADE VAMOS ACORDAR !!!

  5. Cooperativas deveriam ficar em greve pra sempre…[3]

  6. Se acabar as cooperativas quem fica?? Acho que esse blog é de empresário de onibus!!Se não for me desculpe mas temos que ser coerentes antes das cooperativas andavamos literalmente em carroças velhas e os empresarios chamados de “barões da catraca”, faziam o que queriam. Com as cooperativas (os antigos perueiros) hoje eles tem que investir no transporte, falta muito é verdade e verdade também que o governo faz o que os empresarios de ônibus querem (parece que temos uma pista de via dupla???). Vamos acompanhar o andamento na minha opinião temos que saber qual é o real motivo da reivindicação dessa classe de trabalhadores e só após tomar nosso posicionamento. Ao que me consta a prefeitura aumentou a tarifa para nós usuários mas não quer aumentar o quanto paga para os trabalhadores, entào porque do aumento??? A prefeitura não pode ter lucro o dinheiro publico deve “voltar” de alguma forma, no caso quer seja em melhores veículos, mais corredores etc. o problema é que nada é feito grande decepçao esse “TAKABI”

    • Me diga uma coisa, amigo cooperado, o que leva um motorista de lotação, fazer um trajeto de 30 minutos em 50 minutos ou até 1 hora de duração, mesmo sem congestionamento?? se você me responder essa satisfatóriamente, endosso sua defesa aos amigos perueiros!!

    • Rodrigo de Freitas Andrade // 13 de Março de 2011 às 03:26 // Responder

      O engraçado é que estas greves sempre coincidem com a bertura de alguma investigação, processo na justiça ou algum “possível perigo” de alguma dessa cooperativas serem responsabilizadas pelo péssimo serviço que prestam.
      Além de prestarem péssimo serviço, ainda impedem de forma violenta que outros operam bem, como nos casos clássicos das linhas 4301-10 (area 4) e 971R-10 (area 2).

      Sou passageiro também e não concordo com esta exploração absurda que as cooperativas fazem com o transporte paulistano.

      Pessoas como o Sr. Luiz Moura e seu irmão Senival ao invés de defender a população, não, pedem para associações “amigas” de bairro afastem que luta por verdadeira dignidade nos transportes a ainda por cima ameaça, inferniza e ridiculariza a vida destes poucos destemidos.

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 13 de Março de 2011 às 03:28 //

        É muito estranho mesmo esta greve de cooperativas ter coincidido com a abertura de uma ACP contra uma cooperativa disfarçada de empresa, onde donos de frota além de ônibus no CL4 também tem microônibus nas cooperativas do sublocal.

        Como que é aquela palavra bonitinha que os petistas usavam na gestão Marta Suplicy?

        Locaute?

    • Amigo Joao o T…..

      Este blog é imparcial, abre espaço para quem quizer se manifestar, é um dos poucos veiculos de comunicação que não tem rabo preso e nem é tendencioso, só vermos alguns jornais e você vai ver o quão tendencioso são.

      O blog pelo menos podemos nos manifestar, agora se um dia você tiver a oportunidade de dar uma entrevista a uma Folha , quero ver se eles publicam realmente tudo o que você diz. De 500 palavras que você for falar, só publicam no máximo 30 palavras, ou seja só publicam um texto da forma que querem e complementam com apenas uma frase que você fala, fica uma matéria tendenciosa, sem contexto que no final da matéria muita coisa que escrevem acaba sendo pretextos e mais pretextos.

      Por isso amigo João, não é qualquer veículo de comunicação que tem “independência editorial e imparcial”, muitos falam que existe, mas provo a você que não existe.

      Um grande abraço
      Marcos Galesi

    • Amigo Joao o T…..

      Este blog é imparcial, abre espaço para quem quizer se manifestar, é um dos poucos veiculos de comunicação que não tem rabo preso e nem é tendencioso, só vermos alguns jornais e você vai ver o quão tendencioso são.

      O blog pelo menos podemos nos manifestar, agora se um dia você tiver a oportunidade de dar uma entrevista a uma Folha , quero ver se eles publicam realmente tudo o que você diz. De 500 palavras que você for falar, só publicam no máximo 30 palavras, ou seja só publicam um texto da forma que querem e complementam com apenas uma frase que você fala, fica uma matéria tendenciosa, sem contexto que no final da matéria muita coisa que escrevem acaba sendo pretextos e mais pretextos.

      Por isso amigo João, não é qualquer veículo de comunicação que tem “independência editorial e imparcial”, muitos falam que existe, mas provo a você que não existe.

      Um grande abraço
      Marcos Galesi

  7. João, ninguém aqui é contram cooperativa ou empresa. Muito pelo contrário. Colocamos aqui a reivindicação das cooperativas.

    PS: O blog não é de empresário de ônibus, que dera eu ter uma empresa, não precisaria ficar escrevendo em blogs

  8. SOMOS TODOS IGUAIS // 13 de Março de 2011 às 01:08 // Responder

    É isso ai ! tem que parar mesmo , porque com esse repasse que vocêis recebem , na maioria das vezes não da nem para pagar as préstacões dos Microonibus novo que transportar a população de São Paulo , o dinheiro fica para os diretóres de COOPERATIVAS , nunca vi nenhum dirétor de COOPERATIVA (POBRE) …

    • Seria mais fácil se ao invés de você contratar um motorista pro seu Micro-ônibus, você mesmo dirigisse, com certeza você ganharia muito mais!!

  9. Morador da Cidade Líder // 13 de Março de 2011 às 03:15 // Responder

    Se cooperativa se comportasse como cooperativa (sem fins lucrativos, apenas com superávits para sustentação dos operadores e manutenção do maquinário) talvez não houvesse este impasse.
    Afinal quem é empresa neste ponto, os Consórcios de Ônibus ou Perueiros?

    (Cooperativas deveriam ficar em greve pra sempre?…) não vou generalizar, algumas linhas operaram bem, mesmo aos finais de semanas e feriados.
    As que irritam são como exemplo a linha 3134/10 que sai do Central Plaza Shopping em direção ao Shopping Aricanduva quase que a 20 km para retardar a viagem até a Av. Inconfidência Mineira. Isto constatei na única vez que utilizei.

    Aliás, alguém saberia responder por que muitas lotações da área 4 têm o prefixo 3 em seus veículos e não o número inicial 4 indicando a região que presta serviço?
    Esta pergunta já mandei a SPTrans e estou aguardando resposta.

  10. Presados blogueiros,é claro que se deve separar o joio do trigo,pois existem empresas e cooperativas que tentam atender os usuarios da melhor maneira possivel,com onibus novos e frequencia, mesmo com uma remuneração bem abaixo do valor da tarifa cobrado e recebido pela Prefeitura.
    Lembrando que só foi possivel eliminar o caos no transporte publico em Sao Paulo no inicio desta decada, com a inovadora implantação do Bilhete Unico,graças a entrada de cooperativas no sistema de transporte.
    Ressaltando que bons e maus elementos existem podem existir em qualquer empresa ou cooperativa , vide Nene Constantino.
    Agora o colega CMTC que expoe suas opnioes aqui deve ser algum remanecente trogodita da extinta empresa homonima de seu nicky,que colocava onibus para rodar em cavaletes e que tambem devia ser um chiqueiro pois a quantidade de ¨PORCAS¨ que foi encontrada no almoxarifado da CMTC na época daria para alimentar toda a população da China e India juntas RS RS RS
    Te oriente o CMTC.

  11. Bom se formos ver a verdade de tudo isso, iria morrer gente até não acabar mais, denunciando a propina dos donos de linha, que é feita pela própria remissão. Depois a máfia da IBRAVA, pra quem não sabe, é a marca da carroceria das novas lotações, que é vinculada com a transcooper, por isso é muito mais facil comprar esses carros hoje, porque tambem é descontado na remissão. Verdadeiros assaltos que são realizados nas garagens, em manutenção dos carros, e propinas a mecanicos para a realização do serviço correto, caso contrário não é feito…Então, antes da greve acho não, tenho certeza que os donos de carro,(claro aqueles que não estão na mafia), que queiram realmente ajudar o transporte público de São Paulo de verdade, fazer um docie completo, que não é dificil, pois tudo é feito na cara de pau, só não ve quem não quer, e entregar ao ministério público, que talvez assim as coisas melhorem. Tem linha que tem até ex-comandante da policia militar envolvido, com bandido descarado como donos de linha vcs querem mais o que…..kkkkk…. a lotação é uma piada faz tempo, burro aqueles que ainda acreditam nesse transporte público…. O dia que a SPTRANS, voltar a comandar a lotação, quem sabe as coisas ficam melhor, enquanto isso, ficaremos na carro deles, fazendo hora pra chegar em tal lugar, ai depois um ve o outro na frente e quer passar feito um maluco, cortando na contra mão farolo vermelho, e outras coisas, deixando senhores e senhoras nos pontos pra poder alcançar o da frente, isso quando não ficamos, esperando a vontade do motorista de acelerar, pois tem um determinado tempo pra chegar em certo local, assim fica amarrando o carro até lotar o carro, e várias e várias outras coisas que a lotação faz nas ruas, que são simplesmente um absurdo…….Quem quiser saber mais, sobre a podridão, e as coisas corretas tambem, que são muitas da lotação só postar ai que respondo de boa…..

  12. gostaria de saber quem e hoje o responsavel pela unicooper zona sul??
    obrigado

  13. gostaria de saber se vale a pena compra uma lotação pa por pa roda em alguma linha ?da dinhero

  14. Sr Sergio pires e Sr Rodrigo de Freitas Andrade, deixemos de sofismas para entender a assim resolver questoes mais pertinentes a melhoria das condições de trabalho e salarios oriúndos do estado, devemos contudo deixar de lado pequenas picuinhas e dicidencia politica para de fato melhorar o serviço para a população e assim também obter também apois da população a causa de melhorias no transporte e repasses as cooperativas, e o sr rodrigo de freitas andrade saiba q o sr sergio pires não o ameaçou como o como o alegado em comentario anterior, apenas ressaltou o fato de que pior doque a inveja é somente o dispeito, a ignorancia só é uma benção para os ignorantes, ao esclarecidos a vida reserva oportunidades de fazer a difereça.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: