CORREDOR ABD: 26 ÔNIBUS NOVOS – 11 Articulados e 15 de Três Eixos

ônibus

Caio Vitória Volvo B 58. Depois de um longo tempo de prestação de serviços, aos poucos deixará o Corredor ABD sendo substituído por veículos mais atualizados. Foto: Adamo Bazani

Corredor ABD recebe 26 ônibus novos na segunda-feira
São 11 veículos articulados e 15 de três eixos
ADAMO BAZANI – CBN
Os cerca de 100 mil passageiros que utilizam o Corredor Metropolitano ABD, que liga São Mateus, na zona Leste de São Paulo, ao bairro do Jabaquara, na zona Sul, pelas cidades de Santo André, Mauá (Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema, vão a partir desta segunda-feira, dia 21 ganhar mais 26 ônibus novos.
Os veículos foram comprados pela concessionária Metra, do Grupo da Auto Viação ABC, da Família Setti & Braga, com a participação de outros empresários do Setor, como Baltazar José de Sousa. A Metra opera os serviços no corredor desde 24 de maio de 1997, quando ganhou a primeira licitação do País em sistema de concessão no setor de transportes no País.
São 11 veículos articulados, de 18 metros, com capacidade para transportar 116 pessoas, e 15 ônibus de três eixos, com 15 metros de comprimento, podendo atender 99 passageiros como lotação máxima.
Para a Metra, a introdução dos veículos vai representar ganhos operacionais para a empresa e os passageiros. Houve um aumento de demanda em alguns horários e linhas no corredor. Os ônibus que operavam estavam se tornando pequenos e insuficientes para este número maior de passageiros. Além disso, os veículos modelo Vitória Volvo B 58, apesar de estarem em bom estado de conservação, já atingiram a idade máxima permitida para a operação.
A carroceria Caio Millennim II é semelhante à usada nos ônibus de 15 metros das séries 52XX e 53XX. Alguns ônibus da Nova Série, 54XX, já podem ser vistos circulando antes mesmo desta entrega oficial.
O que muda é que a motorização já é adaptada para os novos padrões internacionais de redução de emissão de poluentes, segundo nota da Assessoria de Imprensa da EMTU – empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.
Os ônibus seguem as novas determinações da Resolução 316 do Contran – Conselho Nacional de Trânsito, e a NBR 15570, norma do INMETRO, ambas que dispõe sobre segurança, acessibilidade, conforto e emissão de poluentes.
Os ônibus têm piso baixo, espaço para cadeira de rodas, cão guia e balaústres (pega mão) em relevo perto da porta do meio para melhor utilização de passageiros com dificuldades na visão.
Os veículos possuem faixas refletivas ao longo da carroceria e apresentam várias funções computadorizadas para melhor gerenciamento em tempo real das operações e também da manutenção.
A entrega oficial dos veículos será pública em cerimônia com a participação do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do Secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e do presidente da EMTU, Joaquim Lopes.
O evento ocorre às 11 horas da manhã na Plataforma A do Terminal Metropolitano do Jabaquara, zona Sul da Capital Paulista.
O tão esperado aumento no número de trólebus no Corredor ABD ainda não tem data para começar a apresentar números significativos, apesar da eletrificação em curso do trecho entre Piraporinha (Diadema) e Jabaquara (zona Sul de São Paulo).
O ônibus a hidrogênio é pouco visto no corredor apesar do anúncio de operações comerciais, não há ainda estimativas para a colocação de mais veículos elétricos híbridos, os mais recentes que entraram em operação são usados da Viação ABC, e a eletrificação do trecho entre Diadema – Brooklin e Luis Carlos Berrini não deve acontecer tão breve.
Adamo Bazani, jornalista.
FOTO: Caio Vitória Volvo B 58. Depois de um longo tempo de prestação de serviços, aos poucos deixará o Corredor ABD sendo substituído por veículos mais atualizados. Foto: Adamo Bazani

5 comentários em CORREDOR ABD: 26 ÔNIBUS NOVOS – 11 Articulados e 15 de Três Eixos

  1. Sempre é bom ver ônibus novos e com esta alta tecnologia, como os K270 e os articulados (serão 0500UA?).

    Mas que os Vitorinhas e Vitórias articulados vão deixar saudades, isto é mais do que certeza! Mas deram uma ótima contribuição com seus serviços para o povo do ABD!

    E, tomara que a Metra fique com um para conservar, para guardar a história desse mito.

    • Boa idéia Fabiano!

      Assim poderemos Ver, Rever e Reviver os “bravos” na
      próxima exposição do ônibus antigo.

      Se ainda der tempo, sugiro preservar um Cobrasma
      também, o qual era fabricado por uma grande
      empresa e marca nacional.

      Paulo Gil

  2. Passageiros(a)

    A solução mais perto do que pensávamos.

    Metra, venha para a capital ou transfira o seu know how.

    Está provado que é possível.

    “SPMetra”, a hora é agora!

    Paulo Gil

  3. “Os veículos foram comprados pela concessionária Metra, do Grupo da Auto Viação ABC, da Família Setti & Braga, com a participação de outros empresários do Setor, como Baltazar José de Sousa. ”

    A Família Setti & Braga não havia adquirido 100% da participação na Metra?

  4. Tai uma missão para o nosso grande amigo Adamo, convencer a familia Setti&Braga preservar um articulado Volvo/Vitória para a próxima VVR2011, vai ser o máximo, a Volvo tem uma característica marcante nos seus chassis para ônibus é a durabilidade, pois ainda há muitos B58 por ai, além disso a Metra tem uma manutenção espetacular. Sejam bem vindos os novos, mas esse guerreiro vai deixar saudades e a nós busólogos restam homenagens.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: