ENTREVISTA EXCLUSIVA: CONSÓRCIO É INCAPAZ DE PRESTAR SERVIÇOS

ÔNIBUS vIALE

Ônibus da Viação Novo Horizonte, na zona Leste da Capital Paulista. Promotor afirma que os transportes na região são incapazes de atender as necessidades da população. Foto: Adamo Bazani

“Consórcio 4 Leste é incapaz de prestar serviços de transportes”
Afirmação é do promotor de Justiça Saad Mazloum, que conversou com nossa reportagem.

ADAMO BAZANI – CBN

Lotação acima do normal, provocando desconforto e risco aos passageiros, atrasos, ônibus com má conservação, muita sujeira e serviços que não passam nenhuma confiança. Além de problemas de organização e pouca clareza na atuação das empresas e nas questões relativas aos controladores das viações e a movimentação de recursos.
Esse foi o cenário encontrado pelo Promotor Saad Mazloum nas operações das linhas que atendem a Zona Leste de São Paulo, pelo Consórcio 4 Leste.
Criador e responsável pelo Blog do Ônibus, um canal direto para a população denunciar má prestação de serviços ou outras irregularidades no sistema de transportes municipais de São Paulo, Mazloum acompanha de perto a realidade dos passageiros da Viação Himalaia e da Viação Novo Horizonte.
O promotor conversou com nossa reportagem e foi categórico:
“O Consórcio 4 Leste é incapaz de prestar um serviço minimamente adequado para a população” – disse Saad Mazloum por telefone.
Em cada visita que ele fez em terminais, linhas e garagens, era uma surpresa diferente. Boa parte, desagradável.
Em alguns veículos foram encontradas barata e muita sujeira antiga, por falta de asseio mesmo. Alguns ônibus tinham até mesmo uma espécie de “limbo” nas janelas, criado por água infiltrada.
“É um ambiente que deixa o passageiro além de numa situação pouco confortável, exposto a riscos inclusive para a saúde” – completou Mazloum.
O promotor disse que possui uma série de informações e dados sobre as operações das empresas do Consórcio que provam que os serviços não cumprem o que é determinado por lei.
“Prestar um serviço de transporte coletivo digno é seguir a lei. Ônibus pontuais, limpos e seguros são o mínimo que a população pode esperar e, em muitos casos, na Zona Leste de São Paulo, nem o mínimo tem sido apresentado” – declarou.
O descontentamento com os serviços da Zona Leste não é apenas da população. Os trabalhadores das empresas declararam viver em constante tensão.
Isso se deve a insegurança gerada pela falta de informações e clareza na definição do caráter das empresas. Na Himalaia, sempre há ameaças de cancelamentos de linhas e transferências de ônibus e serviços para a Novo Horizonte. Apesar de ser constituída como empresa, denúncias mostram que a Viação atua ainda na prática como cooperativa. Os motoristas e cobradores são donos dos ônibus, eles contratam em nome da Novo Horizonte os funcionários, mas pagam do próprio bolso os salários e encargos, a remuneração por passageiro se assemelha a cooperativa e depósitos referentes a manutenção e custeio das operações da Viação Novo Horizonte são feitos na conta da Cooperativa Nova Aliança, como revelou a reportagem com exclusividade, apresentando documentos sobre a prática ( http://blogpontodeonibus.wordpress.com/2011/02/17/documentos-indicam-irregularidades-nos-transportes-da-zona-leste-de-sao-paulo/ )

DROGAS NOS ÔNIBUS

Além das investigações feitas pelo promotor Saad Mazloum, outras frentes do Ministério Público investigam mais irregularidades e crimes envolvendo os prestadores de serviços do Consórcio 4 Leste.
A reportagem apurou que o GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – investiga o transporte de entorpecentes dentro dos ônibus da aérea 4 Leste, em especial alguns veículos da Viação Novo Horizonte.
O GAECO confirmou a informação mas diz ainda ser prematuro afirmar se os ônibus eram usados pelos traficantes de maneira aleatória ou se os responsáveis pelos veículos têm ligação com o esquema.
“O importante é não generalizar. Não deve-se taxar os donos de ônibus como traficantes” – disse uma das pessoas que participaram das investigações.
Adamo Bazani

21 comentários em ENTREVISTA EXCLUSIVA: CONSÓRCIO É INCAPAZ DE PRESTAR SERVIÇOS

  1. Melho a NH do que A Himalaia eu acho ate aranha nos EX carros dela flow

  2. MEU DEUS!!! A que ponto chegamos. Não há palavras para descrever tamanha canalhice, que estamos presenciando na região. Espero que o Ministério Publico, cumpra a sua parte, indiciando e punindo, essa gente que só tem prejudicado o transporte da minha querida e amada Zona Leste. Mas se em todo o caso a justiça dos homens falhar, tem a Justiça Divina. Essa eu sei que não falha nunca.

    Adamo, parabéns mais uma vez pela série de reportagens. Daqui a pouco, vou te chamar de pupilo do Marcelo Rezende (rsrs…), que também, é um baita repórter investigativo.

  3. Rodrigo de Freitas Andrade // 18 de fevereiro de 2011 às 23:37 // Responder

    Prezados, o que me deixa mais pasmo sobre estas tantas irregularidades no Consórcio Leste 4 é saber que tem donos de ônibus e diretores que já foram pobres e dependiam de ônibus para trabalhar, inclusive, um dos diretores da Novo Horizonte, já foi morador da COHAB II e dependia da linha 342X-10, para ir trabalhar quando ainda era pobre.
    Quer dizer, a partir do momento que passaram a operar a linha, esqueceram-se que outros ex-vizinhos usavam a linha, quando esta tinha o itinerário 342X-10 Cj. José Bonifácio – Penha e cometeram tantos boicotes a linha até chegar o ponto da linha ser desativada.
    Hoje no lugar da linha 342X-10 que foi desativada de forma bastante duvidosa, pois era uma linha investigada pelo Ministério Público, portanto, JAMAIS o planejamento leste da SPTrans e o Consórcio Leste 4 deveriam ter desativado a linha, por respeito a esta instituição Judicial e sua valorosa AUTORIDADE, esta linha 342X-10 agora virou um ramal 3124-31 que faz um turismo pela Zona Leste e que faz apenas míseras 6 partidas de manhã e 6 de tarde; além disso nem estas míseras partidas eles querem operar e realocam pra linha base 3124-10.
    Pensem amigos, eu fui uma das pessoas que fizeram mais denúncias, algumas contundentes contra as iregularidades do Consórcio Leste 4 e quais são as linhas que resolvem boicotar pra perder demanda e terem partidas diminuidas na OSO, chegando algumas a serem até desativadas?
    Justamente as linhas que atendem próximo ao local onde moro, que atendem a mim e a cerca de mais de 5 mil moradores nos entornos entre as ruas Jd. tamoio, Cristóvão de Salamanca, Domingos Rubino e Bartolomeu Ferrari.
    Muitos moradores nos arredores destas ruas, trabalham em call centers, na Rua Serra de São Domingos, próximo a Rua São Teodoro, em call centers na região da Rua Vergueiro e Av. Paulista e porcausa da denúncia de uma pessoa que se preocupa com a qualidade dos transportes no bairro COHAB II, as linhas que eles boicotam são justamente estas linhas 3124-31 (ex-342X-10) e 4301-10.
    O planejamento LESTE da SPTrans s etorna conivente com os pedidos dos diretores do Consórcio Leste 4 quando a população pede o aumento de partidas nestas linhas e o CL4 pede a diminuição de partidas e a desativação delas.
    Quem eles atendem?
    O Consórcio Leste 4.
    Tá aí, mandaram quase uma dezena de documentos ao Exmo. Sr. Promotor Dr. Saad Mazloum para o planejamento Leste da SPTrans explicar que a linha 342X-10 PENHA – Cj. José Bonifácio não tem razão de existir e colocaram inúmeras outras “opções” de transbordo para o pobre ex-usuário da linha desativada; acontece que, será que pensaram que estas “opções” apresentadas de transbordo já não servem antes a milhares e milhares de outros cidadãos de outros bairros que já superlotam estas linhas?
    O mais engraçado é que depois do aparente sucesso do Consórcio Leste 4 de conseguir boicotar a linha 342X-10 PENHA até a desativação, resolveram fazer isto com várias outras linhas estruturais da area 4:
    3759-10, 3221-10, 3032-10, 2296-10, 4301-10, 4208-10, 3139-10, 3139-31, 3720-10, enquanto que as outras linhas que eles consideram lucrativas, a cada dia que passa tem mais carros e partidas extra, além do estipulado pela OSO.
    A desculpa pra pedirem a diminuição de partidas nessa linhas “indesejadas” pelo CL4 mas importantes ao cidadão é sempre a mesma:
    “A linha não tem demanda suficiente”.
    Engraçado que antes as linhas tinham demanda, como nos casos claros das linhas 4301-10, 3759-10 e 3720-10 e da própria 342x-10 que quando fazia seu itinerário original Penha/Cj. J. Bonifácio, carregava na média de 120 passageiros por meia viagem nos picos e tinha OSOs anteriores com 4, 5 partidas/hora nestes horários de pico.

    Penso que seria muito melhor e mais fácil o planejamento leste SPTrans ter chegado a um acordo com os moradores da COHAB II e ter mantido a linha, apenas readequando algumas arestas para que a linha ficasse também viável para operação do CL4.
    Nada disso fizeram.

  4. È a coisa tá feia mesmo no CL4, enqunto isso o Sr. nunKassabnada manda a policia bater nas pessoas que foram protestar contra o aumento da tarifa na frente da prefeitura. No Brasil ainda prevalece a máxima “se é amigo do rei, tudo terás” infelizmente com todo proceso democrático que vivemos na atualidade ainda somos obrigados aturar politicos comprometidos com “amigos” leia-se interesses escusos e currupção, pois os veradores nesse momento deveriam em nome dos interesses do povo criar uma CPI para apurar estas irregularidades, mas infelizmente a preocupação dos caras é dar nome á ruas, gastar indevidamente o dinheiro público, homenagear cidadãos que muitas vezes nem sabemos quem é, mas também alguns bastante conhecidos como por exemplo empresários e aumentar seus salários. Ao povo que votou migalhas. Diante de tanta irregularidade o poder público nada faz, mas felizmente temos pessoas como o promotor Mazloum e Adamo Bazani que estão atentos e cada um ao seu modo tentando fazer alguma coisa, nesse sentido sugiro a nós busólogos da capital divulgar essas informações a todas pessoas que conhecemos e fazer muito estardalçhaço pra ver se o poder público, leia-se prefeitura,camara municipal, SMT e SPtrans acordem e aja sobre essa situação caótica que se encontra o CL4, pois a população da região não merece. Parabéns Adamo, Rafinha e promotor Mazloum. forte abraço a todos

  5. È a coisa tá feia mesmo no CL4, enqunto isso o Sr. nunKassabnada manda a policia bater nas pessoas que foram protestar contra o aumento da tarifa na frente da prefeitura. No Brasil ainda prevalece a máxima “se é amigo do rei, tudo terás” infelizmente com todo proceso democrático que vivemos na atualidade ainda somos obrigados aturar politicos comprometidos com “amigos” leia-se interesses escusos e currupção, pois os veradores nesse momento deveriam em nome dos interesses do povo criar uma CPI para apurar estas irregularidades, mas infelizmente a preocupação dos caras é dar nome á ruas, gastar indevidamente o dinheiro público, homenagear cidadãos que muitas vezes nem sabemos quem é, mas também alguns bastante conhecidos como por exemplo empresários e aumentar seus salários. Ao povo que votou migalhas. Diante de tanta irregularidade o poder público nada faz, mas felizmente temos pessoas como o promotor Mazloum e Adamo Bazani que estão atentos e cada um ao seu modo tentando fazer alguma coisa, nesse sentido sugiro a nós busólogos da capital divulgar essas informações a todas pessoas que conhecemos e fazer muito estardalçhaço pra ver se o poder público, leia-se prefeitura,camara municipal, SMT e SPtrans acordem e aja sobre essa situação caótica que se encontra o CL4, pois a população da região não merece. Parabéns Adamo e promotor Mazloum. forte abraço a todos

  6. Sem desmerecer ao ilustre promotor Mazloum, mas isso não é novidade alguma, basta conversar com a população que utiliza ônibus de qualquer linha do CL4 ou até mesmo com os busólogos que acompanham a situação… Infelizmente parace que somente a SPTrans e o Ministério Público “não enxergam” que o serviço na área 4 nunca teve qualidade. Só para citar um exemplo os carros trazidos de Santa Catarina e do RJ pela NH, a manutenção da Himalaia, na qual até carros razoavelmente novos, como os Scania volta e meia param na Av. Aricanduva e as baratas nos trólebus… e infelizmente para a população em geral e para quem gosta dos ônibus, a situação não parece que vai mudar tão cedo….

    Parabéns pela reportágem ao Adamo e ao Promotor Mazloum.

    Abraços

  7. Bom, as provas estão sendo mostradas, o promotor está ciente, então resta aguardar para que o MP e a prefeitura façam o seu papel, e ou regularize de vez ou tirem as empresas da região.

  8. Como passageiros, o mínimo que podemos esperar é pelo descredenciamento total do Consórcio Leste 4, se a cooperativa quer operar, que entre na licitação para operar no sistema local e não no estrutural, acho que a Himalaia deveria ter permanecido em Carapícuiba ,afinal por lá ela era uma empresa exemplar hein, mas após ela sair , e montar um Consórcio no qual a sua parceira é uma Cooperativa, isso foi bem errado, agora, torço para que o Ministério Público prossiga com o seu trabalho, que tudo dê certo e que o passageiro tenha um transporte melhor na região leste da área 4 de São Paulo.

  9. Rodrigo de Freitas Andrade // 20 de fevereiro de 2011 às 19:25 // Responder

    Essa questão das irregularidades na area 4 e do sentimento de “posse” que a Novo Horizonte e a Transcooper tem com as linhas que operam na area 4, influi inclusive de forma prejudicial ao usuário no transporte INTERMUNICIPAL metropolitano.
    Existia um plano do Governo de SP para uma quarta fase do corredor metropolitano São Paulo-Guarulhos-São Paulo, batizado como Transporte Expresso Urbano, no qual ligaria o Aeroporto de Guarulhos até o Terminal São Mateus, via Av. Jacú-Pêssego. Recentemente o Governo de SP planejou e agendou obras para apenas 3 trechos do T.E.U e este 4º trecho nem tem previsão de início de obras, corre risco até de nem ser feito este trecho importante deste corredor de ônibus T.E.U.
    Com isso, moradores do Conjunto José Bonifácio, muitos que trabalham em Cumbica e em vários outros locais de Guarulhos pediram que a linha 499TRO ” Guarulhos (Cidade Cumbica) – São Paulo (Estação CPTM Dom Bosco)” fosse extendido seu itinerário sentido São Paulo até a Estação CPTM José Bonifácio, justamente para que muitos destes trabalhadores deixassem de gastar dinheiro a mais – muitas vezes que falta no orçamento familiar, para questões básicas de sobrevivência – do que é ofertado por seus empregadores de VT, para poderem chegar de forma mais rápida e com menos gastos de José Bonifácio até Guarulhos.
    Acontece que todas as vezes que o povo da COHAB II pediu a extensão da linha 499TRO até a Estação J. Bonifácio, o DTP da SPTrans, area de planejamento, INDEFERIU o pedido, porque as cooperativas do sublocal da area 4 e o Consórcio Leste 4 querem que este trabalhadores usem uma linha municipal pra depois gastar ainda mais com outra intermunicipal, sendo que o sistema de pagamento é diferente, não há transbordo, pois as municipais usam o Bilhete Único e as intermunicipais usam o B.O.M .
    No fim, as pessoas continuam sofrendo tendo que superlotar ainda mais as linhas 342A-10, 3409-10 e 3124-10 pra descerem na Estação Dom Bosco só pra depois disso ainda gastarem mais pra chegarem a seus empregos em Guarulhos.
    Demanda pra este roteiro existe?
    Muita demanda.
    Muitas pessoas que moram em Itaquera e na COHAB II, trabalham no aeroporto de Guarulhos (estes sofrem mais porque pagam 3 conduções pra ir e 3 pra voltar, sem transbordo gratuito), nas centenas de metalúrgicas e transportadoras em Cumbica e principalmente os muitos jovens trabalhadores que trabalham na central de call center da Telefonica em Cumbica.
    Uma situação que seria facilmente resolvida se não existissem estes “posseiros” da area 4 municipal de SP que impedem que a linha 499TRO seja extendida por apenas duas avenidas.
    Percebem caros cidadãos como está caótica a situação da area 4 municipal de SP?
    São vários fatos criados em favor do Consórcio Leste 4 e da Transcooper que impedem que o transporte da Zona Leste EVOLUA e olhem que daqui a menos de 2 anos já teremos a Copa das Confederações em 2013 com abertura em ITAQUERA e no ano seguinte em 2014 a COPA DO MUNDO também com abertura em ITAQUERA.
    Como se irão se virar os milhares de trabalhadores pra trabalharem nos comércios, terminais, aeroporto, e pro evento mundial pra chegarem a Itaquera?
    Superlotarão ainda mais o metrô e a CPTM?
    Um consórcio, por mais que tenha uma concessão não pode atrapalhar tanto um crescimento programado pra Zona Leste devido a Copa do Mundo.

    • PLANEJAMENTO DA SPTRANS ACOOOOOORDA!!!!!!!!!!

      VAGNER CHAGAS, Vamos trabalhar em prol da Zona Leste?????

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 15 de março de 2011 às 18:58 //

        meu caro amigo Galesi, o prezado Vagner Chagas ele é gerente do núcleo leste de FISCALIZAÇÃO da SPTrans, na minha opinião, até que provem o contrário, ele faz um bom serviço de fiscalização, porém, ele não pode fazer muito, já que como vemos existem inúmera máfias no transporte da area 4, gente criminosa dentro das garagens da Himalaia e Novo Horizonte, portanto, ele não pode colocar em risco a integridade física dos seus fiscais I, II, III e IV e de seus Analistas, mas te garanto, que pelo menos em relação ao que pedi já pra ele em termo de fiscalização, através de documentos e protocolos, ele sim faz, manda fiscais pra lugares seguros pra fazer a fiscalização e MULTA quem faz coisa irregular.

        Quem pode SIM ser RESPONSABILIZADO por desativar linhas importantes ao cidadão é o SR. Vanderlei Pezzota.
        Basta vcs verem o teor das minhas denúncias e verem que ele poderia ser porventura suspeito de PREVARICAÇÃO Pública por fazer uso de uma função de cargo público a benefício de interesse próprio e de outrém a que não fosse de direito e porventura prejudicar a população.

        Vou falar de novo do caso da linha 342X-10, mas vcs coloquem o exemplo a outras linhas desativadas pois é igual ou parecida a situação:

        A linha atendia bem a população, passou a ser boicotada pela Nova Aliança/Novo Horizonte, passou a ser investigada pelo Ministério Público e mesmo assim, DESRESPEITANDO a JUSTIÇA e a População o planejamento da SPTrans desativou a linha só pra que a população não conseguisse seu intento de fazer a linha voltar ao itinerário ORIGINAL 342X-10 Cj. J. Bonifácio – PENHA.

        Quando falo de população, digo de todos os bairros por onde a linha passava, pois houveram abaixo-assinados de moradores da Vila Guilhermina, PENHA e Cj. José Bonifácio, cada qual associação de forma independente e descentralizada conseguiram MILHARES de assinaturas pra que a linha passasse a voltar a fazer seu itinerário ORIGINAL, mas mesmo assim o planejamento LESTE da SPTrans foi, desativou a linha e criou o ramal 3124-31 que apenas faz parte do itinerário original da 342X-10 e ainda só opera com míseras 6 partidas de manhã e 6 de tarde, ainda assim, mesmo tomando multas sucessivas a Novo Horizonte INSISTE em descumprir grande parte dessas míseras 12 partidas/dia no ramal 3124-31.

        Quanto aos donos de frota e diretores da Novo Horizonte e Transcooper se apossarem das linhas, dizendo em alto e bom som para o povo simples, leigo que são donos das linhas que operam eu colocaria eles como SUSPEITOS de se apropriarem INDEBITAMENTE de patrimônio PÚBLICO, ou seja das linhas de ônibus e seus itinerários.

      • Rodrigo de Freitas Andrade // 16 de março de 2011 às 00:42 //

        Não sei se agradeci ao Adamo, mas de qualquer forma agradeço muito ao jornalista Adamo por permitir que minhas postagens sejam publicadas.
        Deus te Abençõe grandemente!

  10. roberto amaral dos santos // 22 de fevereiro de 2011 às 18:44 // Responder

    BOA TARDE ADAMO,GOSTEI MUITO DA REPORTAGEM SOBRE O CONSORCIO 4 LESTE.
    ESTIVE NA GARAGEM DA HIMALAIA NO 19/02/2011 E VERIFIQUEI MUITAS E MUITAS IRREGULARIDADES:ONIBUS PARADOS POR FALTA DE OPERADORES,
    OPERADORES DA HIMALAIA NA RESERVA NÃO PODENDO SAIR COM OS ONIBUS PARA TRABALHAR PORQUE OS DONOS TIRAM AS CHAVES DO CONTATO PARA OS FUNCIONARIOS NÃO SAIR PARA A LINHA,UMA INVASÃO DE PESSOAS QUE DIZEM TEREM COMPRADO AS LINHAS E OS ONIBUS,PESSOAS DO CRIME ESTÃO LAVANDO O DINHEIRO NA HIMALAIA E NA NOVO HORIZONTE E FUNCIONARIOS COM AS CARTEIRAS RETIDAS NO DP
    SEM RECEBER OS DIREITOS E SEM CONTAR PESSOAS TRABALHANDO SEM REGISTRO, SEM CNH,CFC E TREINAMENTO.
    CADÊ A SÃO PAULO TRANSPORTES QUE NÃO ENTRA COM UMA INTERVENÇÃO; A POPULAÇÃO ESTA SEM ONIBUS NA RUA E OS TRABALHADORES ESTÃO ABANDONADOS (SEM SINDICATO, SEM A JUSTIÇA QUE NÃO ENXERGA ESTA VERGONHA.
    A SPTRANS E O SINDICATO LEVARAM MILHÕES PARA DEIXAR ISTO ACONTECER, TEM DIRETORES DA SINDICATO,DIRETORES DA SPTRANS E
    DIRETORES ADMINISTRATIVOS QUE GANHARAM ONIBUS JUNTO COM AS LINHAS.
    TEM QUE SER INVESTIGADO.

    OBRIGADO!

    • Isso que o nosso amigo Roberto Amaral testemunhou é um tapa na cara da sociedade, AONDE ESTÃO AS AUTORIDADES??? ACORDA SPTRANS!!! ALGUÉM FAÇA ALGUMA COISA!!!! S.O.S. AREA 4.

  11. Morador da Cidade Líder // 13 de março de 2011 às 19:25 // Responder

    Vejam como nossa gestora do transporte público beneficia o usuário com alterações de percurso. O relato abaixo refere-se a linha 3221/10 em 12/03/2011:
    “É um absurdo o itinerário postado para esta linha. Cheguei a Av. Osvaldo Vale Cordeiro por volta das 10:25. Aguardei cerca de 20 minutos até a chegada do veículo 41390 (primeira reclamação). Tive como destino a Rua Itapura x Rua Serra de Botucatu. Levei um susto quando desembarquei. Perguntei na primeira banca de jornal que avistei qual o horário exato; e a resposta foi que exatamente as 12:20 eu desembarquei. Foram duas horas contadas exatadas de onde estive e meu destino. E ainda querem otimizar as linhas? A linha percorre por mais de uma vez quase 500 m no mesmo trecho da Av. Rio das Pedras. Para que isso? Já batizaram esta linha duas vezes nesta região: PQ SAVOY “FOREVER” e “A LINHA DO PIOR XAVECO, POIS NÃO PEGA NINGUÉM”. Deveriam retornar o percurso via Shopping e Av. Aricanduva. E se o destino é o Metrô Carrão, que siga pela Av. Cons. Carrão.”

    Parece que o usuário está fadado utilizar todas as integrações disponíveis no bilhete único e desonerar os cofres. Um trajeto que não é longo, mas não há linha disponível direta, se os moradores do Pq. Savoy City quiserem chegar em menor tempo, terão de ter paciência para tantos embarques e desembarques.
    Lamentável.

  12. Atilio _Busólogo_ // 12 de abril de 2011 às 00:15 // Responder

    Essas empresas do consorcio 4 Leste por pior que estejam ainda estao muito melhores do que a maioria das empresas de onibus urbano do Rio de Janeiro.No Rio apenas 1 linha é operada por onibus de motor taseiro ,o resto das mais de 200 linhas sao operadas por OF`s ,geralmente mal cuidados.

  13. SÓ A PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO-SP É Q NÃO SABE DISSO…OU FINGE NÃO SABER! DESDE A GESTÃO DA MARTA SUPLICY ESSA AREA 4 DÁ PROBLEMAS… E A LICITAÇÃO DOS TRANSPORTES AINDA NÃO ACONTECEU E ESTÁ MEIO LONGE DE ACONTECER! SÓ DEUS PRA TER MISERICÓRDIA DE NÓS!

  14. AÍ, NUM BELO DIA, O PREFEITO SE REVOLTA DE VEZ…E RESOLVE DAR TODAS ESSAS LINHAS E SEUS ATENDIMENTOS, DA NOVO HORIZONTE E DA TAL DE “EXPRESSO” OU “EXPRESS” PRO GRUPO RUAS…(CONSÓRCIO PLUS E ETC.) …OU PRO BELARMINO A. MARTA, DA SAMBAÍBA…S/ LICITAÇÃO E SEM NADA…E O “ZÉ POVINHO” DA PSEUDO-DEMOCRACIA BRASILEIRA VAI CHIAR PACAS, CHAMANDO O PREFEITO, Q É UM BANANA MESMO, DE “AMIGÃO DOS EMPRESÁRIOS TUBARÕES DO TRANSPORTE COLETIVO DA CIDADE DE SP” ! E OLHA Q SE ELE DER MESMO…OS CARAS ABOCANHAM E TEM CAPACIDADE PRA ISSO! APESAR DE A SAMBAÍBA AINDA NA SUA AREA, A 2, ZN DE SP/SP, AZUL ESCURO, AINDA UTILIZAR AQUELES NAUSEABUNDOS MICRO-ÔNIBUS DA MARCOPOLO VELHOS, SUJOS, DE UMA SÓ PORTA E SEM ELEVADOR NA MESMA PROS DEFICIENTES…E SEM COBRADOR A BORDO…UMA VERGONHA Q IA SER SANADA NA GESTÃO PASSADA…MAS O TRASTE DO EX PREFEITO ARRANJOU CONFUSÃO COM BELARMINO E CIA . LTDA. … O HOMEM SE ESTRESSOU COM O MESMO E DEU NO Q DEU! AINDA ESTÃO ESSAS MERDAS DESSES CARRINHOS CHINFRINS CARREGANDO DEZENAS DE PASSAGEIROS EM LINHAS COM DEMANDAS E ATENDIMENTOS DE LINHAS COM DEMANDAS…UMA VERGONHA!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: