Reunidas Paulista superou até mesmo uma Guerra Mundial

&nbs;

Grupo de investidores mostrou que a união faz a força, em Bauru, ao construir empresa que foi pioneira. Os primeiros ônibus leitos começaram a rodar com a marca do grupo.

A Segunda Guerra Mundial deixa efeitos que até hoje são sentidos pela humanidade: a divisão econômica que atualmente predomina no planeta deu-se depois do covarde conflito de poderes que custou um número que pode chegar a 72 milhões de pessoas mortas, sendo a maioria, 46 milhões, civis, entre 1939 e 1945.

Nesta época, praticamente o mundo parou. As pessoas andavam com medo, mesmo nos locais onde não ocorriam os conflitos armados e não atingidos por bombas e ocupados por minas.

Todos os recursos e fontes de energia eram prioritariamente destinados à indústria bélica. Combustível era algo raríssimo, caro e racionado em todo o planeta, até nas nações que não eram campos de batalha.

Os territórios de diversos países foram divididos. Novas nações surgiam, algumas eram unidas em uma só, outras desmembradas, países divididos, como no caso da Alemanha. No plano político, as conseqüências foram muitas: O esmagamento dos imperialismos alemão, italiano e japonês; o enfraquecimento dos imperialismos inglês e francês; ascensão dos Estados Unidos como potência imperialista hegemônica no mundo e a União Sociética (hoje extinta) como potência militar dominante na Europa Oriental; crescimentro dos movimentos de libertação nacional nos países explorados pelo colonialismo europeu, em alguns casos combinando nacionalismo com revolução social (como na China); deflagração da Guerra Fria, como um teste de força entre os Estados Unidos e a União Soviética; a a criação da Organização das Nações Unidas, em Junho de 1945, em substituição à Sociedade das Nações.

Como nada na vida é do dia para a noite,o fim da Segunda Guerra Mundial não representou o fim dos problemas. Pelo contrátio. A conta das mazelas do conflito mundial aparecia neste momento.

Mas era necessária a recuperação. Os poderes públicos não conseguiam sozinhos. Além disso, a corrupção em muitos casos impedia um papel maior do Estado em prol do desenvolvimento com base, com investimento pesnado.

O Brasil, neste contexto, vivia duas realidades: ainda sentia a fragilidades dos países que dependia e que foram prejudicados diretamente pelo conflito mundial, mas foi palco de muitos civis que acharam no País um refúgio e uma oportunidade de crescerem, o que foi fundamental para o País se desenvolver. Essa gana de crescimento se somanva à gana do povo tipicamente brasileiro.

Foi fundamental o espírito de garra de muitos investidores que viam que sozinhos não conseguriam, mas com união em torno de um objetivo comum o sonho de crescimento financeiro pessoal e desenvolvimento do País, que se tornava cada vez mais urbano, permitiam o que era desejo se tornasse realização.

Foi com este espírito que foi fundada a Reunidas Paulista. O nome já diz tudo: os investidores João Alves Carvalho, Egênio Paulucci, Gino Paulucci, e Chaim Mauad somaram as forças e em 25 de setembro de 1948 criaram a empresa com 10 jardineira em Lins, interior de São Paulo.

A empresa ainda faz pare do crescimento de cidades como Lins, Bauru, Pirajuí, Guarantã, Cafelândia, Penápolis e Araçatuba.
A Reunidas cresceu rápido, o que fez com que ela mudasse constantemente de sede. Em 1952 foi de Lins para Bauru e em 1980, para Araçatuba.

Pioneirismo e inovação fazem parte do curriculun da empresa. Em 25 de março de 1969 colcava nas estradas os primeiros ônibus leitos da região onde serve.

O anos de 1986 foi um dos mais marcantes em relação à frota. Chegam mais carros leitos, os Viaggio/Marcopolo, Dilpomata/Nielson, Monobloco Mercedes Benz e os famosos Dinossauros, da Ciferal, desenvolvidos pela Viação Cometa, em parceria com a encarroçadora fluminense.

Em setembro de 1979 é comprada pelo empresário Constatino de Oliveira.

8 comentários em Reunidas Paulista superou até mesmo uma Guerra Mundial

  1. gostaria de saber por que a reunidas paulista saiu do posto rodoserv? é um posto muito bom e agora estao parando em um posto muito ruim

  2. Maravilhosa Empresa!!!
    Simone a reunidas nao para mais la e sim em Bauru Alameda Quality Center onde essa parada e tbm propria da reunidas paulista nao pagando nd em relação a outras posto

  3. PORQUE ESTE POSTO DE PARADA NÃO SERVE SUCO NATURAL . ESTOU FALANDO QUALITY CENTER , NA VERDADE O TEMPO DE PARADA E MESMO DA PRIMEIRA . EU VIAJO NESTA EMPRESA DESDE 02/01/1977 ATE ENTÃO NUNCA TEVE NENHUN PROBLEMA . MAS O ATENDIMENTO DAS PARADAS ESTÃO MUITO PRECARIAS FALTA AGUA NO EMBARQUE . TALVEZ AS PASSAGENS DE MENOR VALOR NÃO PERMITAM TER AGUA NOS ONIBUS SERA QUE AS PASSAGENS DE MAIOR VALOR DA DIREITO AGUAKKKKKKKKKKK

  4. olá pessoal boa noite, gostaria de saber se a empresa reunidas tem fotos de dois acidentes que marcaram a historia da empresa, em meados de 1974. o primeiro foi em 16/06/1974, na passagem de nivel da cidade de murutinga do sul -sp ,quando o Ônibus foi abalrroado pelo trem da rffsa ex noroeste do brasil, procedente de tres lagoas ms com destino a bauru, e o onibus procedente de andradina com destino a araçatuba, onde morreram 18 pessoas acidente este ocorrido numa tarde de domingo as 16:00hs.o outro mai grave dois meses depois no dia 11/08/1974 na famosa rodovia dos barrageiros em uma longa descida , quando o ônibus procedente de tres lagoas com destino a ilha solteira ,colidiu na trazeira de uma carreta de trator,carregada de milho . este acidente foi uns dos mais graves na època pois morreram 36 pessoas naquela tarde de um outro domingo as 18:20 da tarde.gostaria de saber de alguem que tenha estas fotos para por em meu arquivo pessoal , sem mais para o momento aguardo retorno.abraços a todos.

  5. Empresa vitoriosa. Testemunho do arrojo e pioneirismo do empresariado brasileiro. A Reunidas, hoje uma das maiores empresas do Mundo no transporte rodoviário de passageiros, nasceu em Lins/SP na década de 40 graças visão do empresário João Alves Carvalho que adquirindo uma”jardineira” conseguiu autorização para a linha Lins-Guaiçara de apenas 7 Km. Em pouco tempo o progresso foi tanto, a frota cresceu e João Alves Carvalho começou a sonhar com um a linha ligando Lins a Bauru, na época explorada apenas pela ferrovia NOB. Para tal fim, buscou e conseguiu apoio de empresários bauruenses e, mais tarde também de Araçatuba. Conseguida a linha Lins-Bauru o sonho passou a ser a linha Lins-Bauru-São Paulo. Conseguida esta, o crescimento foi rápido e constante até transformar-se no colosso da atualidade, verdadeiro orgulho do empreendorismo do empresariado brasileiro.

  6. João Perez, 20 de outubro de 2016

    Boa tarde, eu João Perez, nascido em Murutinga do Sul, gostaria de obter fotos e nomes das pessoas falecidas no acidente, ocorrido em 16/06/74 na cidade de Murutinga do Sul, com o ônibus da Reunidas no trevo da cidade.

    Desde Já! agradeço a atenção.

    Um abraço.

  7. Joao Perez, sou de Murutinga do Sul, tinha apenas 6 anos na epoca , mas tbm nao consegui achar nada na internet sobre esse tragico acidente. Caso queira entrar em contato comigo meu email acpcar@hotmail.com

  8. LUIZ CARLOS DIRENZI // 3 de junho de 2017 às 14:54 // Responder

    É mas nos dias de hoje as coisas não esta boas assim. Me parece que esta passando por dificuldades, tanto é que a manutenção dos ônibus estão na responsabilidade do Expresso Adamantina (Guimatur) de Dracena.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: