Metrô de São Paulo desmente boato sobre onda de crimes sexuais em estações e trens