Senado aprova programa de renovação de frota de ônibus e caminhões no Brasil

MP agora depende da sanção de Bolsonaro

ADAMO BAZANI

O Senado aprovou na noite desta quarta-feira, 03 de agosto de 2022, a criação do Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária (Renovar), com incentivos à renovação da frota de ônibus e caminhões. O PLV 19/2022, proveniente da MP 1.112/2022, depende da sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O Renovar – Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária no País terá como fonte de receita os recursos provenientes de multas de trânsito, da Cide-Combustíveis e do valor direcionado a pesquisas por parte das petroleiras.

O Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária no País funcionará com adesão voluntária. Caberá à coordenação à Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) a função de agente operador.

Voltado para a pessoas físicas e jurídicas que possuem caminhões, ônibus, micro-ônibus e implementos rodoviários, o Renovar distribuirá benefícios e vantagens para substituir os veículos envelhecidos, que serão definidos em regulamento.

No início do programa os benefícios vão priorizar os transportadores autônomos de cargas (TAC) – motoristas que trabalham por conta própria.

Dados da Secretaria Nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura estimam que há mais de 3,5 milhões de caminhões em circulação no Brasil. Desse total, cerca de 26% dos veículos possuem mais de 30 anos de fabricação.

A MP foca justamente esses veículos, que quer retirar de circulação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    O Brasil,o país do crime só funciona nos seguintes períodos:depois do carnaval e mesmo assim só em ano eleitoral.BOZOGADO NO TRIBUNAL DE HAIA E TODO O RESTO DO SISTEMA JUNTO JÁ!!!!VOTO NULO E PRESSÃO POPULAR É O QUE RESTA.É SÓ ASSIM QUE ESSA PÔH@ VAI TERMINAR!

  2. MARCOS NUNES VIEIRA disse:

    Se for aprovada essa lei, não vai prestar para os caminhoneiros autônomos só escutem o quebra pau que vai dar.

  3. Elias sobreiro disse:

    Até duvido alguma coisa pra beneficia brasileiro acho difícil mais se acontecer vai ser muito bom
    Ok

Deixe uma resposta