São Leopoldo (RS) reajusta tarifa de ônibus a partir desta quinta (14)

Trata-se de 4,5% de aumento. Foto: Divulgação.

Aumento será de R$ 0,20, chegando ao valor de R$ 4,80

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Leopoldo (RS) aprovou um reajuste na tarifa de ônibus. O aumento entra em vigor a partir desta quinta-feira, 14 de julho de 2022.

O valor vai subir em R$ 0,20, chegando a R$ 4,80. Trata-se de 4,5% de aumento, abaixo da inflação.

“Após um conjunto de discussões e busca de alternativas para amenizar o impacto no custo do contribuinte, após aprovação do Conselho Municipal de Transporte, autorizará o reajuste da tarifa em R$ 0,20”, justificou a Prefeitura, em nota.

Segundo a administração municipal, a solicitação por parte do Coleo (Consórcio Operacional Leopoldense) era de uma tarifa de R$ 6,28, o que representaria um aumento de mais de 37% por conta do aumento de mais de 60% no custo do óleo diesel e pelo dissídio da categoria.

A gestão municipal informou também que “já havia se manifestado opinião contrária ao reajuste solicitado inicialmente e vinha debatendo alternativas para reduzir o impacto no usuário do transporte”.

“O primeiro estudo apresentado representava um valor muito alto para ser repassado para a população. Há uma crise estrutural estabelecida neste modelo de transporte e não há por parte dos governos estadual e federal nenhuma sensibilidade ou ação para entrar no debate e garantir alguma solução. Aqui na cidade diante de muito diálogo encontramos estas alternativas como forma de garantir o funcionamento do serviço, sem que isso recaia sobre o usuário”, afirmou o secretário de Mobilidade e Serviços Urbanos Semurb, Sandro Lima, em nota.

Confira abaixo as medidas apresentadas pela Prefeitura Municipal para amenizar o valor do reajuste da passagem:

– A aplicação de R$ 1,104.000,00 na aquisição de créditos (passagens) no cartão social criado pela Prefeitura de São Leopoldo, que serão distribuídos dentro do Programa São Léo Mais Renda, sendo 10 passagens por mês por família.

– O investimento de mais R$ 53.310,00, em créditos (passagens), para garantir o transporte dos estudantes dos cursos de qualificação do convênio de qualificação profissional em parceria com o Senai.

– Cobertura de 50% das passagens estudantis compradas e pagas com o contrato vigente da educação e que são distribuídas para os estudantes e seus acompanhantes de forma gratuita para poderem se deslocar para as suas escolas, quando as mesmas não são próximas as suas residências. Esta ação representará mais R$ 966.000,00, ao longo de 12 meses.

– Isenção pelo prazo de 6 meses, do ISS – Imposto sobre Serviços por parte do Consórcio, o que representará uma economia de R$ 300.000,00.

MEDIDAS PARA MELHORIA NOS TRANSPORTES

De acordo com o titular da Semurb, as medidas “representam o conjunto do esforço da Prefeitura Municipal em, mesmo diante de toda a dificuldade da atual situação como aumento de combustíveis, o acordo também permitiu a viabilização de um acordo justo de remuneração para os trabalhadores e ainda, será exigido das empresas de ônibus a retomada de linhas e horários”.

“E ainda fica estipulado que o Consórcio deve retomar com os horários e itinerários operados antes da pandemia para garantir um atendimento com qualidade especialmente para as populações mais afastadas que utilizam e necessitam de transporte público diariamente”.

A Prefeitura detalha que a implantação do aplicativo de transporte por parte do Consórcio também foi colocado no acordo, visando a sua elaboração e implementação no próximo semestre, ampliando assim a funcionalidade e a qualidade do serviço.

Por fim, a Prefeitura de São Leopoldo informou que ainda buscará junto ao Governo Federal subsídio para o transporte público e subsídio para custear as isenções e gratuidades.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta