Por causa de incêndio, BRT-Rio de Janeiro tem operação modificada nesta quinta (07)

Um ônibus pegou fogo e estação Mato Alto foi atingida; módulo expresso vai ser reaberto em 15 dias

ADAMO BAZANI

Por causa de um incêndio na noite desta quarta-feira (06) em um ônibus que se alastrou para o módulo expresso da estação Mato Alto do Corredor TransOeste, do BRT-Rio de Janeiro, as operações tiveram de ser modificadas para esta quinta-feira (07). O módulo parador não foi atingido. Os reparos devem durar 15 dias.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes e a MOBI-Rio (empresa da prefeitura que opera o BRT), o embarque e desembarque são feitos no módulo parador e todos os serviços estão mantidos.

Foi realizado reforço do serviço “diretão” Mato Alto – Alvorada, com operadores na estação para orientação aos usuários.

Além disso, a linha SP 803, que faz o trajeto Bangu x Sulacap, foi estendida até Campo Grande. Desta forma, os usuários de Campo Grande com destino ao Recreio e à Barra podem pegar esta linha como opção, integrando com o BRT Transolímpica no Terminal Sulacap.

Ainda na manhã desta quinta-feira, a Prefeitura do Rio iniciou a limpeza e os reparos necessários para a retomada das operações.

A prefeitura diz que após o incêndio, a Polícia Civil foi acionada e foi feito o registro de ocorrência com solicitação de perícia para que possa ser esclarecido se foi um incêndio criminoso. Esta semana a polícia concluiu que dois incêndios ocorridos em abril teriam sido causados por ação humana intencional.

Como mostrou o Diário do Transporte, o incêndio começou por volta de 20h30 desta quarta-feira (06) e não deixou vítimas. Em poucos minutos, as chamas tomaram completamente o ônibus e parte da estação.

Vídeos exibiram explosões.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/07/06/videos-onibus-e-estacao-do-brt-rio-pegam-fogo-na-noite-desta-quarta-06/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta