Governo da Paraíba distribui mais de 130 ônibus escolares para cidades do interior

Ação representa investimento bancado pelo Estado superior a R$ 45 milhões, e contempla principalmente estudantes das Zonas Rurais

ALEXANDRE PELEGI

Cidades do interior da Paraíba receberam nessa sexta-feira, 01 de julho de 2022, 132 ônibus escolares.

A distribuição dos veículos, feita pelo Governo do Estado, foi possível graças a um investimento superior a R$ 45 milhões, com recursos próprios.

O objetivo principal, de acordo com o Governo, é contemplar estudantes das Zonas Rurais, com vistas a garantir mais conforto e segurança no deslocamento até as unidades de ensino.

Os veículos têm capacidade para conduzir 59 alunos cada.

Foram entregues também 10 ônibus adaptados para atender alunos com deficiência nos municípios de João Pessoa, Santa Rita, Campina Grande, Princesa Isabel, Patos e Cajazeiras.

Foram contemplados com ônibus escolares os municípios de Água Branca, Alagoa Nova, Algodão de Jandaíra, Arara, Araruna, Areia, Areia de Baraúnas, Aparecida, Bananeiras, Baía da Traição, Baraúna, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bom Jesus, Boqueirão, Borborema, Caaporã, Cabaceiras, Cacimba de Areia, Cacimba de Dentro, Cajazeirinhas, Camalaú, Caraúbas, Casserengue, Catingueira, Caturité, Conde, Coremas, Coxixola, Cubati, Cuité, Damião, Desterro, Dona Inês, Duas Estradas, Esperança, Emas, Frei Martinho, Gurinhém, Gurjão, Ibiara, Igaracy, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Itaporanga, Jericó, Joca Claudino, Junco do Seridó, Juripiranga, Juarez Távora, Juazeirinho, Lagoa de Dentro, Lastro, Livramento, Mamanguape, Mataraca, Malta, Marcação, Mari, Marizópolis, Matinhas, Mato Grosso, Maturéia, Mogeiro, Monteiro, Mulungu, Natuba, Nazarezinho, Nova Floresta, Nova Palmeira, Olivedos, Ouro Velho, Parari, Passagem, Patos, Paulista, Pedra Branca, Pedra Lavrada, Pedro Régis, Picuí, Pilões, Piancó, Pilar, Pitimbu, Poço Dantas, Poço de José de Moura, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Queimadas, Quixaba, Riacho de Santo Antônio, Rio Tinto, Salgadinho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Terezinha, Santana dos Garrotes, Santo André, São Domingos do Cariri, São Francisco, São José do Brejo do Cruz, São João do Tigre, São José de Espinharas, São José da Lagoa Tapada, São José de Piranhas, São José do Bonfim, São José dos Cordeiros, São José dos Ramos, São Sebastião do Umbuzeiro, Sapé, Serraria, Serra Branca, Serra Grande, Serra da Raiz, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Soledade, Sossêgo, Sousa, Sumé, Tacima, Tavares, Tenório, Uiraúna, Umbuzeiro, Várzea, Vieirópolis e Vista Serrana.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    O que a eleição não faz,hein?O Brasil só começa a funcionar de fato em dois momentos:
    1-depois do Carnaval
    2-em ano de eleições

  2. Luiz Villela Linhares disse:

    Pensei que fosse a Itapemirim ressurgindo das cinzas ..kkk

Deixe uma resposta