Quase 800 ônibus dos 6 mil parados voltaram ao serviço até às 19h, diz balanço da SPTrans sobre fim da greve

Justiça decretou a abusividade da greve

ADAMO BAZANI

Até às 19h, 783 ônibus dos 6.008 paralisados pela greve de motoristas e cobradores já haviam retornado à operação.

O balanço é da SPTrans (São Paulo Transporte), gerenciadora do sistema da capital, sobre o término da paralisação que ocorreu no fim da tarde depois de a Justiça determinar o retorno dos coletivos, decretar a abusividade da greve e ainda aplicar multa de R$ 100 mil ao Sindmotoristas pelo não cumprimento de frota mínima no dia 14 de junho e nesta quarta-feira (29) de junho, quando a categoria cruzou os braços.

Ainda de acordo com a SPTrans, a paralisação afetou 675 linhas diurnas e 6.008 ônibus, que transportariam 2,5 milhões de passageiros.

Durante a madrugada, 88 linhas do Noturno, de 150, não operaram.

A partir das 4h, a operação em todas as garagens dos grupos estrutural e de articulação regional foi interrompida, exceto na Express, na Zona Leste. O Grupo Local de Distribuição não foi afetado.

As vans do serviço Atende+, que transportam pessoas com deficiência de alto grau de severidade, estão operando normalmente.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta