Termina sem acordo audiência no TRT e greve de ônibus deve continuar em Ribeirão Preto (SP)

Frota mínima de 50% nos horários de pico deve ser mantida

ADAMO BAZANI

Terminou sem acordo na tarde desta quarta-feira, 22 de junho de 2022, a audiência no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) – 15ª Região em Campinas para tentar colocar fim à greve de ônibus em Ribeirão Preto, no interior paulista.

Com isso, a paralisação que teve início na terça-feira (21) deve continuar.

O Seeturp – Sindicato dos Empregados do Transporte Urbano de Ribeirão Preto confirmou que continuará seguindo determinação judicial de 50% da frota em horários de pico (06h às 08h e das 17h às 19h) e 35% nos demais horários.

Uma nova audiência foi marcada para terça-feira, 28 de junho de 2022, mas se houver propostas, a greve pode acabar antes.

Os pontos que estão emperrando as negociações são o reajuste no Vale-Refeição e a PLR.

As empresas concordaram em pagar reajuste salarial, como recompor as perdas inflacionárias, de 12,75%, mas os trabalhadores querem também a aplicação do mesmo índice em benefícios, além de PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Em fevereiro deste ano, foi realizada uma greve por causa de atrasos nos pagamentos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/02/09/greve-de-onibus-em-ribeirao-preto-sp-e-suspensa-na-manha-desta-quarta-09/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta