Roda se solta de ônibus na Avenida 23 de Maio, em São Paulo

Veículo operava na linha 5318/10 - Chácara Santana/Praça da Sé. Fotos: Reprodução / Redes Sociais.

Veículo foi rebocado e ninguém ficou ferido

WILLIAN MOREIRA

A roda se soltou de um ônibus da capital paulista na manhã desta quarta-feira, 22 de junho de 2022.

O veículo circulava pela Avenida 23 de Maio, no sentido Santana, via de grande movimento na cidade de São Paulo.

A peça se soltou do eixo de maneira imediata, causando a imobilização do veículo 7.1745 da linha 5318/10 – Chácara Santana/Praça da Sé, no local.

Ninguém ficou ferido e os passageiros desembarcaram para seguir a viagem em outro veículo.

Em nota, a SPTrans confirmou o ocorrido, ressaltando que os ônibus do transporte público passam por uma rigorosa vistoria, tanto em análises periódicas como amostrais.

Confira a nota, na íntegra:

“A SPTrans informa que a ocorrência envolvendo o ônibus de prefixo 71.745, da linha 5318/10 Chác. Santana – Pça. Da Sé aconteceu por volta das 7h desta quarta-feira, 22 de junho, na Av. 23 de Maio com o Vd. Beneficência Portuguesa, no sentido Santana. O veículo, do ano de 2015, já foi retirado do local.

A SPTrans ressalta que as inspeções dos veículos de transporte público da cidade de São Paulo são feitas de forma rigorosa. São realizadas duas modalidades de vistorias: a periódica e a amostral. A inspeção periódica é realizada nas dependências das operadoras, ao menos uma vez por semestre, e em todos os veículos do sistema. Verificam-se todos os itens mecânicos, elétricos, estruturais, além de itens relacionados à acessibilidade dos coletivos.

Já a inspeção amostral é feita diariamente no Centro Integrado de Transporte (CIT), por meio de convocação de um percentual da frota operante, de forma aleatória. Nesta inspeção, são verificados todos os itens citados anteriormente, além dos níveis de poluentes (fuligem e ruído).

É importante destacar que os veículos que apresentam defeitos referentes aos itens de segurança são lacrados e impedidos de operar até que as irregularidades sejam solucionadas.”

Como mostrou o Diário do Transporte, em 10 de junho mas na Zona Norte de São Paulo, um veículo também perdeu a roda em movimento.

Relembre: Roda de ônibus municipal cai na pista na Zona Norte de São Paulo

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Francisco Nilson dos Santos disse:

    Tudo mentira da SPTrans. Sei o que digo, pois trabalhei no sistema. Vistoriam alguns ônibus e a grande maioria estão em péssimas condições, isso em todas as empresas.

  2. luizcgsouza disse:

    É pra isso que pagamos R$4,40 em cada passagem né? Isso é uma vergonha!

  3. FERNANDA OEHLMEYER LEME disse:

    Uma inspeção dessas que alegam que fazem, melhor nem ter. Quem utiliza do transporte público sabe as péssimas condições que estão, pneu careca, freio no osso, marcha com problema e mais coisas, e vêm falar mentira de inspeção. Povo tem cara de trouxa mesmo.

  4. Edilson Rodrigues Barroso disse:

    Esses veículos não passam por nenhuma revisões e rodam todos os dias com os mesmos problemas.

  5. Regis Campos disse:

    Isso me lembrou de caso ocorrido lá pelos idos de 1999. Estava esperando o meu ônibus no ponto do Parque Dom Pedro II, quando, de repente se aproxima um carro de uma das empresas que serviam a zona norte. Ao parar, caiu uma PEÇA do veículo. O motorista sendo avisado, ele apenas pegou o item, enrolou no jornal, subiu no ônibus e seguiu viagem. Eu lembro de rezar para os passageiros na época. KKKK

  6. Clebio Nunes de Souza disse:

    Olha a reportagem, ninguém ficou ferido, o resto é bobagem comentada por Clebio Nunes de Souza

  7. LUIZ GUILHERME FACCIOLLA DE FREITAS disse:

    Claro claro claro, tuuuuudo verdade

  8. Francisco Araujo disse:

    Essa situação ta virando rotina em todo lugar , aqui em Guarulhos todo mês tem uma dessa ai do pneu ou eixo inteiro cair , agora fica a pergunta as manutenções de rotina estão sendo feitas de verdade ? Isso quando não acontecer uma tragédia de um pneu desse atingir um pedestre ou um veículo menor , mais aqui nesse país sempre esperam a tragédia ocorrer para talvez tomarem providências .

  9. Geovanni Barreto disse:

    Quando vi que era na 5318 logo se vê que o viário ruim ajudou bastante no acontecido. A vistoria também deixou muito a desejar, pois uma roda saindo é um problema gravíssimo. Outro dia foi um da Sambaíba na cruzeiro do sul, mesma coisa rodando saindo

  10. The Aviator disse:

    Veículos que sofrem manutenções preditivas adequadas NÃO sofrem danos catastróficos como este. É um absurdo a SP Trans vir com essa desculpa. O pior é o poder público insistir que oferece transporte público de qualidade (SIC.) É revoltante!!

Deixe uma resposta