Prefeitura do Rio recebe 700 milhões de reais do Banco Mundial e recursos podem ajudar na recuperação do transporte público

Foto: Victor Marques/Ônibus Brasil

Quantia foi aprovada nessa quinta-feira (16) pelo Conselho Diretor da instituição financeira

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura do Rio de Janeiro comunicou oficialmente que receberá um empréstimo no valor de US$ 135,2 milhões (aproximadamente R$ 700 milhões) do Banco Mundial.

Os recursos são destinados a apoiar as reformas fiscais e verdes no município.

O empréstimo foi aprovado pelo Conselho Diretor do Banco Mundial nessa quinta-feira, 16 de junho de 2022.

A prefeitura diz que os recursos visam “aprimorar a sustentabilidade fiscal no médio prazo e acelerar a transição rumo ao desenvolvimento urbano resiliente, inclusivo e de baixo carbono”.

Parte dos recursos poderá ser utilizada para o transporte público da cidade, segundo a secretária municipal de Fazenda e Planejamento, Andrea Senko.

Os recursos recebidos permitirão ao município fôlego financeiro para fazer frente a despesas relevantes e urgentes, como por exemplo a área de transporte público durante o processo de retomada e crescimento econômico da cidade do Rio de Janeiro”, afirmou Andrea.

A secretária afirmou que as condições financeiras pactuadas com o Banco Mundial são extremamente vantajosas comparativamente ao mercado de crédito brasileiro, por se tratar de um banco multilateral.

Para o prefeito Eduardo Paes, “o pacote de reforma fiscal apoiado pelo Banco Mundial permitirá ao município voltar a ter acesso às reformas para promover investimentos em prol dos objetivos ambientais, sociais e econômicos do Rio”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta