Linha 12-Safira da CPTM, Linhas 1, 2 e 3 de Metrô e Linha 15 de monotrilho registram problemas na manhã desta terça (14) em plena greve de ônibus

STM prometeu reforço no atendimento sobre trilhos

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

Em plena greve de ônibus na cidade de São Paulo, o sistema metropolitano de transportes, em especial de trilhos, não ajudou os passageiros.

Houve falhas nas linhas 12-Safira da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), 2 da Companhia do Metropolitanos, 15-Prata de monotrilho e 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô.

Mesmo com a promessa da STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) de reforçar a frota de trens, estas falhas prejudicaram os passageiros bem quando precisavam de um serviço pleno sobre trilhos, uma vez que os ônibus estão parados.

LINHA 12 (CPTM)

Os passageiros que precisam dos trens da Linha 12-Safira da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), enfrentaram dificuldades no começo da manhã desta terça-feira, 14 de junho de 2022.

Um trem teve problemas nas portas na estação de São Miguel Paulista, Zona Leste da cidade de São Paulo e os trens circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações, especialmente no sentido ao Brás, o mais movimentado  neste horário.

Em nota ao Diário do Transporte, a CPTM confirmou o problema relatado pelos passageiros e se desculpou pelo transtorno causado, mas não explicou porque não houve a comunicação do problema nos canais oficiais.

”Por volta das 07h00 desta terça-feira (14/06) um trem que circulava na Linha 12-Safira da CPTM em direção à Estação Brás apresentou uma falha de portas na Estação São Miguel Paulista. Os passageiros desembarcaram da composição, que foi encaminhada para manutenção, e seguiram viagem em outro trem que parou na plataforma oposta para completar o percurso”

A situação já foi normalizada.

LINHAS 2 E 15 MONOTRILHO

Por volta das 8h10 desta terça-feira, 14 de junho de 2022, o atendimento aos usuários do sistema metroviário por meio da Linha 2-Verde do Metrô e da Linha 15-Prata do monotrilho, foi realizado com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações.

Na linha 2 um trem apresentou falha na estação Vila Prudente e no monotrilho a lentidão começou na estação Jardim Planalto.

As duas linhas são de fundamental importância para a população da Zona Leste da capital paulista, ainda mais neste dia de greve dos ônibus urbanos.

Segundo a Companhia do Metropolitano para o Diário do Transporte, na linha 15 o problema foi com a sinalização de portas na estação Jardim Planalto, mas o problema já foi resolvido.

Leia a nota a seguir na íntegra:

”15: Temos problema de sinalização de porta de plataforma na estação Jardim Planalto e que por este motivo os trens chegam e partem da plataforma desta estação com restrição de velocidade.”

02: Um trem apresentou falha na estação Vila Prudente, mas após atuação dos funcionários foi normalizado. Ocorrência das 8h08 às 8h18.

LINHAS 1 E 3:

A linha 1-Azul do metrô de São Paulo passou a operar com velocidade reduzida e maior tempo de parada por volta de 5h20 desta terça-feira, 14 de junho de 2022. Só pouco antes de 8h é que a situação começou a se normalziar

De acordo com a Companhia do Metropolitano, ocorreu uma interferência na via na estação Jabaquara.

Técnicos foram acionados.

A linha 3 Vermelha passou a registrar lentidão por causa do problema da linha 1.

Temos uma falha em equipamento de via na região de Jabaquara. Devido a esta falha os trens circulam com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas plataformas. Equipe de manutenção atuando no local e passageiros sendo informados pelo sistema de som das estações e trens. – diz nota do Metrô

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta