ENTREVISTA: Polícia instaura inquérito para investigar mais duas empresas de ônibus de São Paulo nesta terça (14)

Ação é um desdobramento da operação que na semana passada resultou na apreensão de 18 veículos da empresa TransUnião

WILLIAN MOREIRA

OUÇA:

A Polícia Civil instaurou dois novos inquéritos nesta terça-feira, 14 de junho de 2022, para investigar outras duas empresas de ônibus que atuam no transporte público da cidade de São Paulo.

A informação é do Delegado-Geral da Polícia Civil de São Paulo, Oswaldo Nico Gonçalves, para o Diário do Transporte.

O procedimento acontece menos de uma semana após a operação que resultou na apreensão de 18 veículos, além de duas pessoas presas.

Segundo o delegado, os inquéritos vão seguir um processo parecido com o já realizado, um pelo DENARC (Departamento de Narcóticos) e outro pelo DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), mas no momento ainda é cedo para divulgar o nome destas empresas de ônibus e de pessoas investigadas.

“Hoje foram instaurados mais dois inquéritos aqui pela Polícia Civil para apurar o envolvimento de mais duas empresas [de ônibus]. Ainda é cedo para falar, ninguém vai tomar uma atitude precipitada ou divulgar o que não é. Assim que a Polícia Civil tiver provas de alguma infiltração de crime organizado em alguma empresa, vai ser apurado”, disse Nico Gonçalves.

Por fim, o diretor da Polícia Civil afirmou que se for constatado algum crime, procedimentos serão adotados como por exemplo, até a apreensão de veículos.

“O inquérito é para apurar os fatos, então nós vamos ouvir as pessoas e se constatado [algum crime ou irregularidade] vai ser tomado também a mesma medida”, concluiu o delegado.

Além da TransUnião, o vereador Senival Moura também foi investigado, apontado integrante de suposto esquema.

 

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2022/06/09/operacao-apreende-onibus-da-transuniao-e-policia-civil-aponta-vereador-senival-moura-como-integrante-de-suposto-esquema-que-resultou-em-morte-de-adauto-soares-jorge/

UPBUS:

A reportagem mostrou que são investigadas outras empresas com origem em cooperativa, como a UPBus, onde ocorreu uma operação na semana passada.

Em 02 de junho de 2022, a Polícia Civil apreendeu armas, munições, computadores e documentos na UPBus, operadora da zona Leste de São Paulo.

O Denarc (Departamento de Narcóticos) da Polícia Civil de São Paulo está convencido que uma empresa de ônibus com origem em cooperativa de transportes do sistema urbano da capital paulista fazia lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e tinha membros ligados a uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/06/02/ouca-policia-civil-apura-que-upbus-fazia-lavagem-de-dinheiro-do-trafico-de-drogas-e-apreende-armamento-com-pessoas-ligadas-a-empresa-de-onibus/

Willian Moreira, em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta