Licitação da Ponte dos Barreiros para terceiro trecho do VLT da Baixada Santista é autorizada pelo Governo do Estado de SP

Anúncio foi feito na agenda 'Governo na Área', em Santos. Foto: Divulgação.

Todo terceiro trecho deve custar R$ 505 milhões e atender 150 mil pessoas por dia

ADAMO BAZANI

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, autorizou nesta segunda-feira, 13 de junho de 2022, a publicação do edital de licitação das obras da Ponte dos Barreiros, que integra o projeto do terceiro trecho do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

O investimento na ponte deverá ser na ordem de R$ 160 milhões, e em todo o terceiro trecho R$ 505 milhões, segundo o Governo do Estado.

A ponte deve ter 650 metros de extensão, e vai ligar a região insular à área continental de São Vicente. Com projeto executivo já concluído, a reforma da estrutura corresponde à Etapa 1 das obras do terceiro trecho do VLT e será gerenciada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo).

“Nós temos o primeiro trecho do VLT já funcionando em Santos há algum tempo, o segundo trecho em obras e agora autorizamos a contratação do terceiro trecho. Até o final deste ano a obra já estará contratada para que ela possa ser executada a partir de 2023”, disse Rodrigo Garcia, de acordo com nota do Palácio dos Bandeirantes e da EMTU.

Segundo o Governo do Estado, o projeto de obra da Ponte dos Barreiros prevê a ampliação e reforço da estrutura, duplicação da parte ferroviária (hoje inoperante), expansão do trecho de passeio e melhorias da infraestrutura rodoviária. O edital de licitação deverá ser publicado no Diário Oficial do Estado no segundo semestre e as obras têm previsão de início até janeiro de 2023.

O VLT é uma PPP (Parceria Público Privada). A operação é pela BR Mobilidade, do Grupo Comporte, da família Constantino de Oliveira, a mesma que detém a Viação Piracicabana, que opera os ônibus das linhas da EMTU na Baixada Santista e municipais em várias cidades da região.

O Governo explica ainda na nota que na Etapa 2 da implementação do terceiro trecho do VLT serão feitas as demais intervenções para a ligação do Terminal Barreiros até Samaritá. Este ramal vai beneficiar mais de 150 mil pessoas que residem em dez bairros da Área Continental de São Vicente e que dependem do transporte público para se deslocar até Santos, município que abriga a maior parte das atividades econômicas da Baixada Santista

Quando for totalmente concluído, o VLT terá ao todo 27 km de extensão, considerando os 11,5 km já em operação (Barreiros – Estação Porto), 8 km do segundo trecho – entre Conselheiro Nébias e Valongo (em obras e com previsão de operação em 2023), e os 7,5 km da ligação entre Barreiros e Samaritá, ainda de acordo com a gestão estadual.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta