Obras do corredor de ônibus da Presidente Vargas, em Ribeirão Preto (SP), chegam à reta final

Investimento foi superior a R$ 13,6 milhões. Foto: Prefeitura/CCS.

Segundo a Prefeitura, 90% dos trabalhos estão concluídos

JESSICA MARQUES

As obras do corredor de ônibus da Avenida Presidente Vargas, em Ribeirão Preto (SP), chegaram à reta final.

Segundo a Prefeitura, mais de 90% dos trabalhos estão concluídos. O investimento supera R$ 13,6 milhões.

“Toda parte estrutural, como o reforço do pavimento na faixa de circulação dos ônibus, implantação das paradas de ônibus em concreto, fresagem e recapeamento de toda a extensão da avenida, calçadas, rampas de acesso, entre outras ações, já foi concluída”, detalhou a Prefeitura, em nota.

Agora, as ações atuais estão concentradas nos ajustes finais da obra, como o acerto do canteiro central para o plantio de grama, implantação de gradil, sinalização vertical e horizontal.

O corredor de ônibus da Avenida Presidente Vargas será a partir da Rua Eliseu Guilherme, seguindo até a Avenida Dr. José Cesário Monteiro da Silva, próximo à rotatória da Avenida Braz Olaia Costa.

Segundo a Prefeitura, pelo local passam entre 15 mil e 18 mil usuários do transporte público. Em geral, são moradores dos bairros Vila Seixas, Centro, Jardim Sumaré, Alto da Boa Vista, Jardim Irajá, Jardim Canadá, Jardim São Luiz, Vila Ana Maria e Nova Aliança, além dos moradores que acessam o centro de Ribeirão Preto vindos da rodovia José Fregonezi.

OUTRAS OBRAS

Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus em Ribeirão Preto, em um total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos.

Até o momento, a Prefeitura já entregou o corredor de ônibus da Avenida do Café, a duplicação das avenidas Antônia Mugnatto Marincek e Adelmo Perdizza, adequação viária na rotatória das avenidas Nove de Julho, Portugal e Antônio Diederichsen, ampliação da Avenida Coronel Fernando Ferreira Leite, viaduto Profissionais da Saúde.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta