Gestão Paes oficializa parâmetros para apurar cumprimento de viagens por empresas de ônibus

Quantidade de quilômetros percorridos será calculada a partir do total de viagens realizadas e de quilômetros da viagem previamente planejada pela Secretaria Municipal de Transportes – SMTR

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

A gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, publicou de forma oficial nesta quarta-feira, 1º de junho de 2022, a metodologia para apurar o cumprimento de viagens pelas empresas de ônibus.

De acordo com o documento oficial, a quantidade de quilômetros percorridos será calculada a partir do total de viagens realizadas e de quilômetros da viagem previamente planejada pela Secretaria Municipal de Transportes – SMTR.

Como mostrou o Diário do Transporte, esta medição faz parte de um acordo mediado na Justiça pelo qual a prefeitura se comprometeu subsidiar o sistema de ônibus mediante o compromisso das empresas em cumprirem as partidas e também com o congelamento da tarifa por mais um ano a R$ 4,05, entre outros pontos.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2022/05/20/justica-do-rj-homologa-nesta-sexta-20-acordo-que-congela-tarifa-a-r-405-na-capital-e-preve-subsidios-ao-sistema-de-onibus/

O Diário do Transporte também noticiou que, ainda como parte deste acordo, que 11 linhas de ônibus voltam a operar na cidade.

Quatro consórcios terão que restabelecer os serviços prioritários em até sete meses, segundo a Prefeitura.

O acordo judicial entra em vigor nesta quarta-feira, dia 1º de junho de 2022.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2022/05/31/onze-linhas-de-onibus-voltam-a-operar-na-cidade-do-rio-de-janeiro-no-primeiro-dia-do-acordo-judicial/

Segundo a resolução da SMTR publicada nesta quarta-feira (1º), estas informações de quilometragem percorrida serão transmitidas pelos aparelhos de GPS dos ônibus e serão seguidos os seguintes critérios.

  1. A quantidade de quilômetros realizados será o produto da quantidade de viagens realizadas com a quantidade de quilômetros da viagem previamente planejada pela Secretaria Municipal de Transportes – SMTR.
  2. Uma viagem será avaliada quando um veículo comunicar a posição, por GPS, no raio aceitável nos pontos início e fim da linha, ou no ponto regulador para o caso das linhas circulares.

III. A avaliação da viagem será composta por três parâmetros:

  1. Qualidade da transmissão das posições de GPS;
  2. Quantidade de transmissão das posições de GPS dentro do itinerário;
  3. Conformidade da distância percorrida em comparação ao planejado para a viagem.
  • 1º Só será considerada uma viagem válida quando ela for completamente concluída e dentro dos parâmetros de conformidade.

Foi também definido um cronograma de transição com as seguintes etapas: de 01/06/22 até 15/06/22; de 16/06/22 até 30/06/22 e a partir de 01/07/22

 

Foi especificada uma tolerância para o cálculo de até 10 (dez) minutos de atraso, desde que essas transmissões em atraso não ultrapassem o limite de 10% de todas as transmissões do dia, por veículo.

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes e Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta