Grupo CCR unifica Divisão de Rodovias

Pedágio na Rodovia Presidente Dutra, principal conexão entre São Paulo e Rio, atualmente administrada pelo Grupo CCR. Foto: Diário do Transporte.

Ação segue o mesmo passo realizado nos setores de mobilidade e aeroportos

WILLIAN MOREIRA

O Grupo CCR anunciou nesta terça-feira, 31 de maio de 2022, uma nova mudança estrutural, desta vez no setor responsável pela administração das rodovias.

Segundo o comunicado emitido ao mercado, as novas mudanças são “importantes em sua estrutura para permitir maior autonomia e velocidade na tomada de decisões por parte das suas Divisões de Negócio.”

O setor de rodovias, agora unificado, será presidido por Eduardo Camargo, que já respondia pela Divisão CCR LamVias, de Rodovias Federais.

Fábio Russo, que era o líder da Divisão CCR InfraSP, agora assume o cargo de Diretor-Presidente da Divisão CCR Aeroportos, antes ocupada de maneira interina por Cristiane Gomes.

Cristiane Gomes, por sua vez, assume o cargo de Diretora de Tecnologia na estrutura do GBS, liderada pelo diretor executivo, Marcio Iha, centralizando todas as áreas de TI e promovendo atualizações no parque tecnológico do grupo.

De acordo com o documento da CCR, “a consolidação da estrutura de Rodovias reflete o amadurecimento das operações e a busca pelo aperfeiçoamento da gestão. Era um movimento previsto, que já havia ocorrido com as Divisões Mobilidade e Aeroportos.”

SOBRE O GRUPO CCR

O Grupo CCR atua nos segmentos de mobilidade em rodovias, transporte metroviário, transporte ferroviário, aeroportos e serviços, contando com 37 ativos e presente em 13 estados brasileiros, empregando 17 mil pessoas.

Ao todo são responsáveis pela gestão e manutenção em 3.615 quilômetros de rodovias e transportam passageiros em trens de Metrô, sistema ferroviário urbano, VLT e barcas, somando mais de 3 milhões de passageiros.

Já no setor aeroportuário são 42 milhões de clientes atendidos a cada ano.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta