Ribeirão Preto (SP) retifica edital e adia licitação para implantação do Corredor de Ônibus na Avenida Nove de Julho

Avenida será restaurada entre a Amador Bueno e a Independência; mosaicos de pedras portuguesas do canteiro central e as árvores serão preservados

Certame no valor de R$ 18 milhões passa do dia 14 para o dia 24 de junho

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, retificou o edital da licitação destinada à implantação do Corredor de Ônibus da avenida Nove de Julho.

Com a medida, a sessão pública de abertura das propostas, anteriormente agendada para o dia 14 de junho passa para o dia 24 de junho de 2022.

O aviso foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado-feira, 21 de maio de 2022.

O investimento inicial previsto é de R$ 18.012.972,43.

O prazo para execução das obras é de 12 meses, a partir da emissão da Ordem de Serviço.

Conforme declaração do prefeito Duarte Nogueira, publicada no site da Prefeitura, a administração municipal atua “para garantir a ligação de um ponto ao outro da cidade com o objetivo de facilitar o deslocamento das pessoas, diminuindo o tempo no trânsito e, assim, garantir uma melhoria significativa na qualidade de vida”.

CORREDOR DE ÔNIBUS DA AVENIDA NOVE DE JULHO

Uma das principais e tradicionais avenidas de Ribeirão Preto a Nove de Julho será restaurada entre a rua Amador Bueno e a avenida Independência.

Será recuperado todo o pavimento, com a retirada e preservação dos paralelepípedos para implantação da base, com reforço em concreto, como é realizado nas obras dos corredores de ônibus. O diferencial está na implantação da base de areia e realocação dos paralelepípedos no lugar do asfalto. Esse trabalho permite manter a qualidade do pavimento por mais tempo de uso”, informa a prefeitura.

O canteiro central será todo restaurado, preservando os mosaicos de pedras portuguesas e as árvores, que não serão retiradas.

A obra possibilitará implantar acessibilidade nos cruzamentos e retornos da avenida, com rampas de acesso para cadeirantes, piso tátil direcional e de alerta indicando os pontos de espera e de travessia.

Também integra a obra de restauro da avenida Nove de Julho a implantação de duas galerias de águas pluviais de grande porte, com todo o atual sistema de drenagem da avenida refeito e melhorado. O escoamento das galerias será pelas ruas São José e Marcondes Salgado até o córrego Retiro Saudoso, na avenida Francisco Junqueira. Este escoamento será importante também para auxiliar parte da drenagem das águas pluviais do centro.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta