Prefeitura de SP transfere administração de área do terminal Princesa Isabel à SMT

Foto: Terminal Princesa Isabel, reprodução Google Maps

Objetivo é regularizar instalação do equipamento do sistema de transporte do município cuja exploração comercial foi recentemente concedida à Socicam

ALEXANDRE PELEGI

A Coordenadoria de Gestão do Patrimônio – CGPATRI, órgão da Secretaria Executiva de Gestão da prefeitura municipal de São Paulo, publicou no Diário Oficial deste sábado, 29 de janeiro de 2022, a transferência da administração da área municipal onde está localizado o terminal de ônibus Princesa Isabel para a SMT – Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito.

O objetivo de acordo com a publicação é a regularização da instalação do terminal de ônibus, cuja operação e manutenção foi recentemente concedida à iniciativa privada. O Princesa Isabel está incluído no Bloco Leste do processo licitatório, assumido recentemente pela Socicam, líder do consórcio.

Na modalidade Parceria Público-Privada (PPP), a concessão transfere para a iniciativa privada a administração, manutenção, conservação e exploração comercial, além da requalificação, dos Terminais de Ônibus vinculados ao sistema de transporte coletivo urbano de passageiros na cidade.

Como mostrou o Diário do Transporte, os Terminais vinculados ao Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros na cidade de São Paulo foram divididos em três Blocos para o processo de concessão:

a) Bloco Noroeste, que foi assumido pela Socicam, e corresponde aos Terminais Amaral Gurgel, Campo Limpo, Casa Verde, Jardim Britânia, Lapa, Pinheiros, Pirituba, Princesa Isabel e Vila Nova Cachoeirinha, bem como os Pontos de Parada;

b) Bloco Sul, assumido pela Egypt, reunindo os Terminais Água Espraiada, Bandeira, Capelinha, Grajaú, Guarapiranga, Jardim Ângela, João Dias, Parelheiros, Santo Amaro e Varginha; e

c) Bloco Leste, cuja concessão fracassou e será novamente licitada, com os Terminais Antônio Estevão de Carvalho, Aricanduva, Cidade Tiradentes, Itaquera II, Mercado, Parque Dom Pedro II, Penha, Sacomã, São Miguel, Sapopemba, Vila Carrão e Vila Prudente, bem como as Estações do Expresso Tiradentes.

Print D.O.E. de 19 de maio de 2022

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. COMENTÁRIO disse:

    Onde se lê: “O Princesa Isabel está incluído no Bloco Leste do processo licitatório”, entenda-se: “O Princesa Isabel está incluído no Bloco NOROESTE do processo licitatório”

Deixe uma resposta