Estação Pedro II do Metrô de SP será aberta para abrigar 100 pessoas em situação de rua nestas noites de frio intenso

Estações de trens e metrô, além de terminais de ônibus metropolitanos, serão pontos de arrecadação de cobertores e roupas

ADAMO BAZANI

A partir das 18h00 desta terça-feira, 17 de maio de 2022, a estação Pedro II do Metrô de São Paulos será aberta para abrigar em torno de 100 pessoas em situação de rua.

A medida ocorre em razão do frio intenso previsto para ocorrer a partir desta noite na capital paulista. A temperatura mínima pode ficar na casa dos cinco graus.

Segundo o Governo do Estado, a acolhimento está previsto para ocorrer, inicialmente, até sexta-feira (20), entre 19h e 8h do dia seguinte. Nesta terça, excepcionalmente, terá início às 18h.

Também será fornecido no local o jantar às pessoas por meio de uma unidade do Bom Prato Móvel. Pela manhã, os abrigados serão encaminhados à unidade 25 de março do Bom Prato para o café da manhã.

Ainda nesta terça-feira (17), serão distribuídos 400 cobertores em cinco pontos de abrigos para pessoas em situação de rua localizados no centro da cidade. No decorrer da semana, outros 500 cobertores e 2 mil sacos de dormir doados pelo Fundo Social de São Paulo serão enviados para a prefeitura de São Paulo no atendimento previsto em dez tendas espalhadas por toda a capital.

A Defesa Civil também concentrará os esforços na distribuição de 500 colchões, 354 cestas básicas, cerca de mil litros de água sanitária e 200 kits de higiene pessoal em quatro centros de acolhimento da cidade: Missão Belém – Vida Nova; SEFRAS – Associação Franciscana de Solidariedade; Pastoral do Povo da Rua e Missão Belém – Casa Guadalupe.

DOAÇÕES EM TERMINAIS DE ÔNIBUS E ESTAÇÕES DE TREM E METRÔ:

Estações de trens e metrô, além de terminais de ônibus metropolitanos serão pontos de arrecadação de cobertores e roupas.

Os passageiros atendidos pela CPTM, EFCJ, EMTU, Metrô e pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade contam com 171 pontos de arrecadação de doações, distribuídos em estações e terminais do sistema metropolitano de transportes.

Na CPTM, as doações podem ser feitas em todas as 57 estações das linhas 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade.

O Metrô tem pontos de arrecadação nas 63 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

As linhas 4-Amarela e 5-Lilás, operadas pela ViaQuatro e ViaMobilidade, respectivamente, contam com caixas para depósito de doações em três estações: Butantã (linha 4-Amarela), Moema (linha 5-Lilás) e Ceasa (linha 9-Esmeralda).

a EMTU, a partir desta quarta-feira, 18 de maio de 2022,, contará com 44 pontos de arrecadação divididos entre os terminais metropolitanos da capital e de Campinas, estações do VLT, edifícios e pontos comerciais das cinco regiões metropolitanas em que opera (São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba).

A Estrada de Ferro Campos do Jordão (EFCJ) também participa da campanha, acrescentando ao total mais quatro pontos de coleta nas estações Eugênio Lefèvre, Pindamonhangaba, Abernéssia e Emílio Ribas.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta