Ricardo Nunes desobriga uso de máscaras contra a covid-19 nos táxis e aplicativos na cidade de São Paulo

Nos ônibus, trólebus, trens, metrô e monotrilho, uso permanece obrigatório; assim como nos estabelecimentos de saúde

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

Decreto publicado no sábado, 14 de maio de 2022, desobriga o uso de máscaras de proteção facial contra a covid-19 por passageiros e motoristas de táxis e carros de aplicativos na cidade de São Paulo.

Para isso, houve uma alteração no decreto anterior sobre máscaras na capital paulista.

Na redação anterior, o decreto das máscaras usava o termo “meios de transporte”, o que, em essência, era ônibus, trem e metrô e envolvia também o táxi e aplicativo.

Este novo decreto se torna mais focado e coloca o termo transporte coletivo, que abrange os ônibus e sistemas de trilhos, mas não o táxi e o aplicativo

Táxi e aplicativos de transportes são públicos, mas não são coletivos.

O uso pelos motoristas e passageiros de transporte por aplicativo ou táxis fica facultativo apenas, ou seja, usa quem quiser.

Assim, permanece a obrigatoriedade do uso de máscaras em estabelecimentos de saúde e também no transporte coletivo: vans, ônibus, trólebus, trens, metrô e monotrilho, além dos terminais e estações.

Veja nota da prefeitura

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Secretaria Executiva de Transporte e Mobilidade Urbana (SETRAM), informa que o Decreto nº 61.307, publicado neste sábado, mantém a obrigatoriedade de cobertura facial somente nos serviços de saúde e nos meios de transporte coletivo.

Desta forma, fica liberado o uso de máscaras nos meios de transporte individuais, como táxis e nos veículos de aplicativo. Taxistas, motoristas de aplicativo e seus passageiros, podem optar pela utilização de máscaras caso desejem, porém a realização de corridas nestes veículos sem cobertura facial passa a ser autorizada na cidade de São Paulo.

Print D.O.E. de 14 de maio de 2022

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Pugliese de Lucena disse:

    Sr. Prefeito e Governador de SP.

    Se temos mais de 85% da população totalmente vacinada contra a Covid, quando o uso de máscaras deixará de ser obrigatória nos transportes públicos como ônibus, metrô e trens, principalmente os terminais de ônibus e estações de trens e metrô? Acho que a essa altura não seria mais obrigatório usar máscaras nestes locais, mas em hospitais e serviços de saúde, o uso permanece obrigatório.

Deixe uma resposta