Metrô de São Paulo terá ação contra preconceito à população LGBTIA+

Atividades serão realizadas ao longo da semana. Foto: Divulgação.

Dia Internacional Contra a Homofobia é celebrado nesta terça (17)

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo informou que estações da companhia vão receber ações contra o preconceito à população LGBTIA+.

O Dia Internacional Contra a Homofobia é celebrado nesta terça-feira, 17 de maio de 2022.

As atividades serão nas estações das linhas 1-Azul e 2-Verde do Metrô, que contarão com a presença de uma unidade móvel de atendimento LGBTIA+.

Segundo o Metrô, o objetivo é conscientizar sobre a importância do combate à violência, intolerância e discriminação à esta população.

O atendimento é gratuito e conta com serviços de assistência social, assessoria psicológica e jurídica e, quando necessário, encaminhamento aos órgãos competentes.

Do ano passado até abril de 2022, foram atendidas 3.407 pessoas, segundo balanço da companhia.

“Esta ação é organizada pela Associação Cultural Educacional e Social Dynamite, atual gestora dos Centros de Cidadania LGBTI Luana Barbosa, Cláudia Wonder e Edson Neris e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo e do Metrô Social.”

Confira a programação desta semana nas estações do Metrô:

Datas: 16,17,18, 19 e 20 de maio 

Linha 1-Azul  

Estação: Carandiru (16 e 17)

Portuguesa-Tietê (18 e 19)

Horário: Das 11h às 16h

 

Estação: Jabaquara (19)

Horário: Das 13h às 18h

 

Linha 2-Verde  

Estação: Vila Madalena (20)

Horário: Das 12h às 17h

BANDEIRA

Nesta terça (17), a estação Sé do Metrô, na região central da cidade, que interliga as linhas 1-Azul e 3-Vermelha, amanhece com uma bandeira do arco-íris estendida no teto para seus passageiros.

O objetivo é lembrar o Dia Internacional Contra a Homofobia. A bandeira estará na área central do piso superior, como forma de chamar a atenção das pessoas para a data e promover discussões sobre preconceito, intolerância e violência ainda existentes contra esta população.

TRENS ILUMINADOS

Além da instalação da bandeira na Sé, dois trens foram iluminados com as cores do arco-íris e estarão em operação nas linhas 3-Vermelha e 15-Prata a partir desta terça-feira e até o próximo dia 21.

RODA DE CONVERSA

Além disso, na estação República acontecerá uma roda de conversa, das 16h às 17h. Este encontro é organizado pelo Instituto + Diversidade, com apoio do Instituto Odeon e Museu da Diversidade Sexual, e terá mediação do presidente executivo do Instituto +D, João Torres, e participação de Érica Ferraz,  ativista travesti e criadora de conteúdo, Luiz Fernando Uchoa, coordenador do Núcleo de Transmasculinidades da Rede Família Stronger, Matheus Emílio Silva, membro da diretoria na Parada LGBTI+ de SP, Bacharel em Direito e organizador do Piquenique para LGBTI+ com deficiência e

Morgante, representante Embaixador do app Somos+ (aplicativo que reúne conteúdos de direito, saúde e impacto social direcionado à população LGBTI+).

A campanha LGBTI+ Inclusão e contra a LGBTfobia  também será divulgada em cartazes e vídeos que serão fixados e veiculados nos painéis e monitores das estações nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata, operadas pelo Metrô, até o fim do mês de junho.

AÇÕES DE ACOLHIMENTO

Periodicamente, são realizadas no Metrô ações nas estações com unidades móveis de atendimento, para acolhimento e orientação sobre a importância do combate à violência, intolerância e discriminação à população LGBTI.

O atendimento nestes veículos é gratuito e conta com serviços de assistência social, assessoria psicológica e jurídica e, quando necessário, encaminhamento aos órgãos competentes. Do ano passado até abril de 2022, já foram realizados 3407 atendimentos.

Nesta terça-feira (17), a unidade móvel estará estacionada próximo a um dos acessos da estação Carandiru, na Linha 1-Azul, e atenderá das 11h às 16h. Já nos dias 18 e 19, na estação Portuguesa-Tietê, no mesmo horário. Também na quinta-feira, dia 19, na estação Jabaquara, das 13h às 18h. e na sexta-feira, dia 20, a ação acontece na estação Vila Madalena, das 12h às 17h.

Essas ações são uma iniciativa do Metrô, em parceria com a Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas para LGBTI+, Instituto + Diversidade e Museu da Diversidade Sexual

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta