Ribeirão Preto lança licitação para dois corredores de ônibus que superam R$ 38,7 milhões

Trecho da Nove de Julho, que será restaurado entre a avenida Independência e a rua Amador Bueno. Foto: Google Maps

Certames marcados para os dias 14 e 15 de junho contratarão empresas para a implantação dos equipamentos na Norte-Sul Trecho 4 e na avenida Nove de Julho

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira, 11 de maio de 2022, a abertura de duas licitações destinadas à implantação dos Corredores de Ônibus Norte-Sul (trecho 4) e da avenida Nove de Julho.

Segundo a publicação, o investimento inicial previsto é de R$ 20.705.938,78 e R$ 18.012.972,43, respectivamente, totalizando R$ 38.718.911,20.

O prazo para execução das duas obras é de 12 meses, a partir da emissão da Ordem de Serviço.

Conforme declaração do prefeito Duarte Nogueira, publicada no site da Prefeitura, a administração municipal atua “para garantir a ligação de um ponto ao outro da cidade com o objetivo de facilitar o deslocamento das pessoas, diminuindo o tempo no trânsito e, assim, garantir uma melhoria significativa na qualidade de vida”.

Ainda de acordo com a publicação no DOE, as propostas do Corredor de Ônibus da avenida Nove de Julho têm prazo limite para entrega dos envelopes até às 8h45 do dia 14 de junho, com a abertura dos envelopes no mesmo dia, às 9h.

Já as propostas do Corredor de Ônibus Norte-Sul (trecho 4) devem ser entregues até às 8h45 do dia 15 de junho, com abertura dos envelopes às 9h.


CORREDOR DE ÔNIBUS DA AVENIDA NOVE DE JULHO

Uma das principais e tradicionais avenidas de Ribeirão Preto a Nove de Julho será restaurada entre a rua Amador Bueno e a avenida Independência.

Será recuperado todo o pavimento, com a retirada e preservação dos paralelepípedos para implantação da base, com reforço em concreto, como é realizado nas obras dos corredores de ônibus. O diferencial está na implantação da base de areia e realocação dos paralelepípedos no lugar do asfalto. Esse trabalho permite manter a qualidade do pavimento por mais tempo de uso”, informa a prefeitura.

O canteiro central será todo restaurado, preservando os mosaicos de pedras portuguesas e as árvores, que não serão retiradas.

A obra possibilitará implantar acessibilidade nos cruzamentos e retornos da avenida, com rampas de acesso para cadeirantes, piso tátil direcional e de alerta indicando os pontos de espera e de travessia.

Também integra a obra de restauro da avenida Nove de Julho a implantação de duas galerias de águas pluviais de grande porte, com todo o atual sistema de drenagem da avenida refeito e melhorado. O escoamento das galerias será pelas ruas São José e Marcondes Salgado até o córrego Retiro Saudoso, na avenida Francisco Junqueira. Este escoamento será importante também para auxiliar parte da drenagem das águas pluviais do centro.

CORREDORES DE ÔNIBUS NORTE-SUL (TRECHO 4)

O Corredor de Ônibus Norte-Sul será o maior em extensão de Ribeirão Preto, com cerca de 20 quilômetros, passando pelas principais avenidas da cidade.

Ele está dividido em quatro trechos.

O trecho 4 compreende as avenidas Independência, Ligia Latuf Salomão, Braz Olaia Acosta e Cel. Fernando Ferreira Leite.

A avenida Independência, próximo à rua José Curvelo da Silva Júnior até o cruzamento com a avenida Ligia Latuf Salomão, receberá obras de duplicação, assim como é no restante da avenida.

As paradas de ônibus estarão localizadas nos canteiros centrais, a cada 500 metros, com faixa de rolamento exclusiva para os ônibus, seguindo o modelo das grandes avenidas das capitais.

Em toda a extensão do corredor de ônibus serão realizadas melhorias para garantir acessibilidade aos pedestres, principalmente àqueles com dificuldades de mobilidade, e sinalização eletrônica inteligente, que detecta a presença do ônibus e abre para garantir a fluidez do trânsito.

As esquinas contarão com rampas de acesso para cadeirantes, com piso tátil direcional e de alerta, indicando os pontos de espera e de travessia. Por fim, será feito um recapeamento reforçado nas faixas preferenciais para garantir maior tempo de uso e menor risco de danos devido ao peso dos veículos, além do piso de concreto nas paradas de ônibus.

RIBEIRÃO MOBILIDADE

O programa de mobilidade urbana da prefeitura de Ribeirão Preto conta com mais de 30 projetos de intervenção viária, além de diversas frentes de recapeamento asfáltico. O investimento total se aproxima dos R$ 500 milhões.

Entre as obras já entregues estão o corredor de ônibus da avenida do Café, duplicação das avenidas Antônia Mugnatto Marincek e Adelmo Perdizza, adequação viária na rotatória das avenidas Nove de Julho, Portugal e Antônio Diederichsen, ampliação da avenida Coronel Fernando Ferreira Leite, viaduto Profissionais da Saúde, entre outras intervenções.

“Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus em Ribeirão Preto, num total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público”, informa a prefeitura de Ribeirão Preto.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta