Atibaia (SP) decide contratar consultoria para analisar pedidos de reequilíbrio econômico em concessão do transporte coletivo

Foto: prefeitura de Atibaia

Sancetur começou a operar em 2018 e alega prejuízos no período da pandemia; contrato determina revisão de valores a cada três anos

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura de Atibaia, no interior paulista, publicou no Diário Oficial desta quarta-feira, 11 de maio de 2022, licitação de Tomada de Preços para contratação de consultoria especializada para assessorar a Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano na análise do atual Contrato de Concessão do transporte coletivo do município.

De acordo com a publicação, caberá à consultoria analisar a execução do contrato com a SOU Atibaia (Sancentur) firmado em 2018, e sobretudo, dos pedidos de reequilíbrio formulados pela concessionária.

A entrega dos envelopes com proposta e documentação será realizada no próximo dia 27 de maio, às 14 horas.

Os editais podem ser obtidos no site da prefeitura: http://www.prefeituradeatibaia.com.br/

Print D.O.E. – 11 de maio de 2022


Com mostrou o Diário do Transporte, Atibaia anunciou no final de janeiro deste ano a criação da Comissão Especial de Transporte Público Coletivo de Passageiros. O objetivo é avaliar os impactos econômicos no transporte coletivo causado pela pandemia de covid-19, além do desempenho dos serviços prestados pela concessionária SOU Atibaia.

O grupo foi formado para seguir o contrato de concessão do transporte público que prevê que, a cada três anos, a empresa e a Prefeitura devem avaliar o equilíbrio econômico-financeiro do contrato.

A contratação de uma consultoria especializada visa assessorar a prefeitura a analisar os custos reais do transporte coletivo diante do aumento de insumos, como o preço do diesel, como a queda da demanda no período da pandemia.

Segundo a Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano, “a avaliação é ainda mais necessária com a pandemia, que causou uma séria crise no transporte público em todo o país, com queda brusca no número de passageiros”.

A comissão é formada pelo coordenador, André Picoli Agatte, Secretário de Mobilidade e Planejamento Urbano; e os membros Jairo de Oliveira Bueno, Secretário de Administração; Sidney de Oliveira Poloni, Secretário de Governo; Paulo José Rossi, Secretário de Planejamento e Finanças; e Luiz Benedito Roberto Toricelli, Secretário de Justiça.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta