ViaSol nega que tenha solicitado à Artesp operação de linha Descalvado-São Paulo

Foto: Jonata Rodrigo/Ônibus Brasil

Agência do governo paulista publicou no Diário Oficial despacho em que atende pedido da empresa do grupo Paraty a operar trecho em caráter emergencial; em comunicado ao Diário do Transporte, ViaSol alega que houve erro 

ALEXANDRE PELEGI

Nesta quinta-feira, 05 de maio de 2022, a ARTESP, Agência do Transporte do Estado de SP, publicou no Diário Oficial autorização em atendimento a pedido da empresa Viasol Transportes Rodoviários Ltda, empresa do grupo Paraty, a operar a linha rodoviária entre Descavado e São Paulo em caráter experimental.

A operação, diz a publicação, deverá se dar em conformidade com a tabela de horários e distâncias, e valerá por 90 dias.

Em comunicado ao Diário do Transporte o Grupo Paraty nega que a ViaSol tenha feito qualquer pedido nesse sentido, e atribui a publicação do despacho do diretor da agência a um erro.

Atualmente a ligação rodoviária de Descalvado a São Paulo é feita pela Danubio Azul que opera com três horários por dia.

Leia a nota encaminhada ao Diário do Transporte pelo Grupo Paraty:

COMUNICADO DO GRUPO PARATY

A ViaSol, empresa do Grupo Paraty, comunica que houve um erro por parte da ARTESP na publicação desta quinta-feira, 5 de maio de 2022, no Diário Oficial do Estado.

De acordo com a matéria veiculada pelo Diário do Transporte, a Agência de Transportes do estado de São Paulo divulgou despacho do Diretor de Procedimentos e Logística em que este defere pedido da permissionária ViaSol Transportes Rodoviários Ltda, autorizando a operação em caráter emergencial e por 90 dias, da linha rodoviária entre Descalvado e São Paulo

A ViaSol desconhece este pedido, e não tem por ora qualquer interesse na operação desta linha.

PUBLICAÇÃO DO ATO NO DIÁRIO OFICIAL:


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Edilson José Peixoto disse:

    Se não falha a minha memória, o ano era 2006, a Util havia acabado de assumir as linhas da falecida Vale do Ouro , que antes foram da Cristo Rei e que antes foram da Monte Castelo, era um feriadão (daqueles prolongados) eu estava no Tietê e vi sair vários carros dessa empresa fazendo linhas a serviço da Util para : Lavras, SJDR, Barbacena,Conselheiro Lafaiete, Ouro Preto e Mariana, linhas de 500 /600 Km, detalhe: os carros eram todos motores dianteiros.

Deixe uma resposta