Vendas de ônibus no acumulado até abril de 2022 mostram aumento de 3,47% ante mesmo período de 2021

Para Federação, saldo positivo no quadrimestre se explica pelo crescimento do volume de passageiros transportados, e o reflexo do aumento do preço dos combustíveis.

Foram 5.844 emplacamentos nos primeiros quatro meses do ano contra 5.648 em 2021

ALEXANDRE PELEGI

As vendas de ônibus no país tiveram pequeno crescimento de 3,47% no acumulado dos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com semelhante período de 2021.

Foram 5.844 unidades emplacadas entre janeiro e abril deste ano ante 5.648 de 2021.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 03 de maio de 2022 pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), que reúne concessionárias e representantes das marcas.

De acordo com a Fenabrave, o setor segue com ritmo lento de recuperação.

Entre março e abril deste ano a queda foi de -14,5%: enquanto em março foram emplacados 1.779 ônibus, este número caiu para 1.521 em abril.

Quando comparados abril de 2022 com o mesmo mês do ano passado, o avanço foi de 8,95%. Foram 1.521 ônibus ante 1.396.

ACUMULADO 2022/MARCAS

A Mercedes-Benz lidera o mercado de ônibus no acumulado do ano com 3.134 unidades e 53,63% de participação.

Em seguida, vem a Marcopolo, por causa dos miniônibus Volare que são vendidos montados, respondendo por 19,99% de participação com 1.168 veículos.

Em terceiro lugar figura a Volkswagen, com 1.064 ônibus e 18,21% de participação.

Confira o ranking:

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta