Programa ‘Vem pro Horto’ em Piracicaba terá ônibus gratuito

Empresa TUPi adesivou o ônibus que fará o trajeto

Gratuidade começa neste sábado e se repetirá para todos os eventos da programação, que acontece ao longo do ano de 2022

ALEXANDRE PELEGI

A empresa TUPi, que opera o transporte público de Piracicaba, interior de São Paulo, terá ônibus gratuito ao longo de todo o ano de 2022 para quem quiser prestigiar o programa Vem por Horto, que visa aproximar a comunidade do Horto Florestal tornando o local um espaço ainda mais voltado à educação sustentável.

A iniciativa da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes começa já neste sábado, 30 de abril de 2022, às 8h15, na plataforma B3.

O ônibus gratuito levará os interessados à oficina Energia, Lazer e Atividades Sustentáveis, ação que integra o programa Vem por Horto.

O transporte gratuito se repetirá para todos os eventos da programação.

Para identificar o serviço, a TUPi adesivou o ônibus que fará o trajeto com propaganda do Programa.

Os passageiros poderão tomar o ônibus no Terminal ou nos pontos de ônibus indicados no trajeto da Linha 221 – Horto de Tupi.

No Terminal, os interessados deverão procurar o agente operacional na catraca e comunicar que querem embarcara na linha gratuita que vai para o Horto.

A empresa TUPi definiu o itinerário do serviço, que pode ser acompanhado pelo link tupitransporte.com.br/linhas-e-horarios.

VEM PRO HORTO

O programa criado em 2018 tem o objetivo de aproximar a comunidade do Horto e tornar o local um espaço ainda mais voltado à educação sustentável.

A realização é da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, do Instituto de Pesquisas Ambientais e da Fundação Florestal, além de diversos parceiros.

Neste sábado, 30/04, a atividade acontece das 9h às 12h e começa com aula de ioga, seguida de roda de conversa e sensibilização sobre a questão da energia nos ecossistemas, a crise energética, a perspectiva de cidades sustentáveis, inclusive energeticamente, e o lazer.

A atividade será conduzida pelo Raízes de Tupi, subgrupo do Laboratório de Educação e Política Ambiental – OCA da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) que atua no distrito de Tupi.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta