Ribeirão Preto (SP) entrega primeira etapa do Corredor de Ônibus Norte-Sul

Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus na cidade. Foto: Fernando Gonzaga / Prefeitura de Ribeirão Preto.

Trecho fica na avenida Independência, desde a rua João Penteado até o bairro Jardim João Rossi

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) entregou nesta quinta-feira, 28 de abril de 2022, a primeira etapa do Corredor de Ônibus Norte-Sul, que fica na Avenida Independência, a partir da Rua João Penteado até o bairro Jardim João Rossi.

Com cerca de 20 quilômetros, o Corredor Norte-Sul será o maior em extensão de Ribeirão Preto, segundo a administração municipal.

“Os veículos que vêm pela Independência irão passar dentro da rotatória e aqueles que estiverem em trânsito na João Fiúsa, continuam no sentido da rotatória”, explicou o prefeito Duarte Nogueira, em nota.

O trecho liberado contempla moradores dos bairros Jardim Califórnia, Jardim João Rossi, Residencial Flora, Alto da Boa Vista, Jardim Sumaré, Jardim América, Centro, Vila Seixas, Jardim Paulista, Jardim Mosteiro, Jardim Paulistano e Jardim Independência, que utilizam o transporte coletivo na região.

“Essa rotatória sempre foi um problema para a cidade, pois nos horários de pico a passagem dos veículos ficava estrangulada. Com essa abertura, nós pretendemos solucionar esse problema, trazendo uma resposta mais ágil e fácil para a comunidade e o transporte coletivo”, afirmou o secretário de Obras Públicas, Pedro Pegoraro.

INVESTIMENTO

De acordo com a Prefeitura, a etapa liberada pertence aos trechos 2 e 3, que contam com investimento de cerca de R$ 40 milhões.

Este projeto é diferente dos demais corredores de ônibus da cidade. Isso porque as paradas de ônibus estarão localizadas nos canteiros centrais, a cada 500 metros, com faixa de rolamento exclusiva para os ônibus, seguindo o modelo das grandes avenidas das capitais.

“Em toda a extensão do corredor de ônibus serão realizadas melhorias para garantir acessibilidade aos pedestres, principalmente àqueles com dificuldades de mobilidade, e sinalização eletrônica inteligente, que detecta a presença do ônibus e abre para garantir a fluidez do trânsito”, informou a Prefeitura, em nota.

“As esquinas contarão com rampas de acesso para cadeirantes, com piso tátil direcional e de alerta, indicando os pontos de espera e de travessia. Por fim, será feito um recapeamento reforçado nas faixas preferenciais para garantir maior tempo de uso e menor risco de danos devido ao peso dos veículos, além do piso de concreto nas paradas de ônibus”, detalhou também.

OBRAS DE MOBILIDADE

Também em nota, a Prefeitura informou que conta com mais de 30 projetos de intervenção viária planejadas para garantir mais acessibilidade, segurança no trânsito e qualidade de vida à população de Ribeirão Preto, além de diversas frentes de recapeamento asfáltico. O investimento total se aproxima dos R$ 500 milhões.

Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus em Ribeirão Preto, num total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.

Entre as obras já entregues estão o corredor de ônibus da avenida do Café, duplicação das avenidas Antônia Mugnatto Marincek e Adelmo Perdizza, adequação viária na rotatória das avenidas Nove de Julho, Portugal e Antônio Diederichsen, ampliação da avenida Coronel Fernando Ferreira Leite, viaduto Profissionais da Saúde, entre outras intervenções.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta