Tribunal de Contas da União referenda decisão que suspendeu licitação de novos ônibus do Caminho da Escola

Governo Federal previa a compra de 3.850 veículos por meio do FNDE

WILLIAN MOREIRA

Em sessão plenária no dia 20 de abril de 2022, o TCU (Tribunal de Contas da União) referendou a decisão liminar do ministro Walton Alencar, que suspendeu a licitação para a compra de 3.850 novos ônibus escolares por meio do FNDE (Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação).

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (25).

A decisão inicial publicada no último dia 5 e atendeu pedido dos deputados federais Felipe Rigoni e Tabata Amaral, que apontaram suspeita de um superfaturamento no processo licitatório.

Os cálculos no pedido para barrar a compra mencionam um gasto extra de R$ 732 milhões pelo Governo Federal.

O edital estipulava um preço de R$ 480 mil por cada ônibus  enquanto o valor médio cotado pelo FNDE é de R$ 270,6 mil.

Na plenária o ministro expôs rapidamente os motivos que levaram a liminar, sendo em seguida votada e aprovada.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta