Prefeitura de São Bernardo do Campo quer atrair mais empresas de ônibus rodoviários com terminal Alvarenga

Espaço fica mais distante do centro e da rede de trólebus, o que pode prejudicar passageiros

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, estima que gradativamente mais empresas de ônibus de linhas intermunicipais e interestaduais devem atender à cidade com o Terminal Rodoviário Alvarenga.

Como mostrou o Diário do Transporte, em primeira mão, o espaço deve começar a funcionar na quinta-feira, 28 de abril de 2022, na Estrada dos Alvarengas, 235, bairro Alvarenga, em São Bernardo do Campo.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/04/20/empresas-de-onibus-rodoviarios-ja-anunciam-embarques-e-desembarques-no-terminal-alvarenga-em-sao-bernardo-do-campo/

Inaugurado em 2019, o terminal é subutilizado e só recebe linhas municipais operadas pela BR7 Mobilidade.

Segundo a gestão Orlando Morando, atualmente, a rodoviária de São Bernardo, que funciona no centro da cidade, disponibiliza itinerários para 351 destinos diferentes, com 27 empresas operando.

“A expectativa é que outras companhias passem a operar na cidade, incluindo oferta aos passageiros de rotas para o Litoral Norte de São Paulo (Bertioga, São Sebastião, Ubatuba e Ilha Bela), Interior de São Paulo (Cotia, Ibiúna, Olímpia, Socorro, Sorocaba, Itu, Bragança, dentre outros), além e outros estados.”  – diz nota da prefeitura.

De acordo com a administração municipal, a rodoviária foi construída em um terreno de 10 mil m² de área, sendo 4.355 m² de área coberta. A promessa é haver bilheterias mais modernas, sanitários, acessibilidade e mais espaço para os usuários.

Os passageiros, entretanto, temem que os deslocamentos se tornem mais difíceis, já que a rodoviária nova fica a mais de seis quilômetros de distância do centro, de onde era possível ter acesso aos trólebus do Corredor ABD, que permite o deslocamento para a capital paulista e outras cidades do ABC em espaço prioritário ao transporte coletivo.

Pela distância, as corridas de táxis e aplicativos podem ficar mais caras para os viajantes que embarcarem e desembarcarem dos ônibus rodoviários.

A prefeitura, por sua vez, diz que pela região do terminal passam nove linhas municipais que atendem a bairros como Alvarenga, Assunção, Nova Petrópolis, Baeta Neves, Jardim do Mar, Jardim Las Palmas, Jardim das Orquídeas, Independência, Planalto, Anchieta, Rudge Ramos, Los Angeles, Batistini, Royal Park, Parque Imigrantes, entre outros.

Além disso, há ônibus metropolitanos (EMTU/Next Mobilidade) que ligam São Bernardo do Campo a outras cidades do ABC e à capital.

Ainda de acordo com a administração, o local permite melhor acesso a rodovias, como Via Anchieta (a cinco minutos da nova rodoviária); Rodoanel (dez minutos); e Imigrantes (15 minutos).

 “Nenhuma alteração desse nível é pensada sem amplo estudo sobre os deslocamentos dos passageiros. Sabemos que, de início, qualquer mudança gera incertezas e até insatisfação, mas com o tempo os usuários do transporte rodoviário vão identificar que a nova rodoviária vai oferecer um serviço mais amplo e com melhores estruturas física e logística”, disse o prefeito Orlando Morando, em nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Breno Jr disse:

    Queria saber porque não escolheram o terminal ferrazopolis, fica pertinho do centro, daria acesso super fácil ao corredor de trolebus, ficaria bem localizado e ao lado de uma avenida que dispõe praticamente de todas a linhas municipais e intermunicipais da cidade.

  2. Raimundo Manoel de Carvalho disse:

    Só ser gozação, deve ser para dívidas da eleição. É um absurdo.

  3. Socorrista Martins disse:

    O que adianta ter acesso rápido ás rodovias Anchieta e Imigrantes, deixando os usuários mais distantes de sua casa?
    Isso prova que o prefeito só trabalha para os empresários e não os munícipes.
    Faz os ônibus rodoviários intermunicipais e interestaduais rodarem menos dentro do município e o resultado disto é fazer com que os passageiros gastem mais tempo e dinheiro para chegar ou sair da rodoviária.

  4. GISLENE Mendes disse:

    Um absurdo o que fizeram, mudaram do nada, sem comunicação sendo que a Rodoviária tem que ser no Centro como é atual. Brincadeira como gostam de ferrar com nossas vidas afffff

  5. ANOEL AZEREDO disse:

    Mais bizarro, que essa mudança de rodoviária, é aquele terminal de ônibus, que está sendo construído, no meio da Estrada Galvão Bueno, local desabitado, longe de tudo, além não ligar, nada com nada.

  6. ANOEL AZEREDO disse:

    Mais incrível, é aquele terminal de ônibus, construído no meio da Estrada Galvão Bueno, local desabitado, longe de tudo e não liga nada com nada.

  7. ADAILTON MAIA SOUZA disse:

    Kkkkkkk! na minha opinião esse terminal se tornará um 🐐 na sala de casa, local de difícil acesso com trânsito intenso. Outra dúvida minha qual será a funcionalidade do outro terminal construído no Demachi?

  8. Um prefeito criando mais dificuldades à seus cidadãos, como um certo governador criando esse tal de TOP(só reclamação). Ambos deveriam ser irmãos, na incompetencia e ignorância). Fizeram assim como na cidade vizinha Santo André, um terminal em que pra vc chegar de qualquer ponto da cidade, tem de tomar trem, baldeação digamos..A rodoviária João Setti foi a melhor coisa que fizeram no centro de SBC, ALEM DISSO ERA SÓ MENOS DE 10 MINUTOS para onibus do litoral alcançar a Via Anchieta…SBC Merece o prefeito que tem…..

  9. Robson disse:

    O prefeito fez um elefante branco, agora quer dar uma solução pra ele mas pra população ficou péssimo tinha um terminal no centro agora tá no fim do mundo 👏👏👏👏

  10. Renata disse:

    Absurdo…esperei tanto por uma bela reforma no terminal João Setti, porque estava precisando, SBC merece uma rodoviária moderna, limpa e funcional…essa mudança é péssima, local de trânsito já sobrecarregado, longe do centro da cidade… totalmente sem consultar o povo, que são os mais afetados como sempre. Decepcionada.

  11. Renata Moreno Pauluci disse:

    Absurdo…esperei tanto por uma bela reforma no terminal João Setti, porque estava precisando, SBC merece uma rodoviária moderna, limpa e funcional…essa mudança é péssima, local de trânsito já sobrecarregado, longe do centro da cidade… totalmente sem consultar o povo, que são os mais afetados como sempre. Decepcionada.

  12. Rosângela disse:

    Como é que é? Para atrair empresas de viagens, só pode mesmo, longe do centro, a população de outros bairros que se vire pra encarar o trânsito nessa região pra pegar transporte. A pessoa que pensou nessa logística só visa o lucro das empresas e dos postos de gasolina, só pode. Essa gestão é a pior.

  13. ARILDNE FILOMENA MANOEL BITTENCOURT disse:

    Realmente essa nova rodoviária é bem distante do centro e vai ter segurança, porque tem funcionários que trabalham e saem tarde, também os ônibus que são municipais e vão para o Alvarenga dão volta ao mundo demora 1 hora ou mais para chegar, realmente não vejo nada em benefício a população.

  14. Luiz Carlos Direnzi disse:

    A ideia de atrair novas empresas e linhas e boa. Mas dê ante mão ja aviso. Espere muitos não da Artesp.

  15. Luiz Carlos Direnzi disse:

    Pessoal felizmente terminais rodoviários hoje em dia são construidos o mais próximos possíveis das rodovias. Justamente para diminuir o tempo de viagens do passageiro que está em trânsito no ônibus intermunicipal ou interestadual. Quanto ao fato de ficar longe da área Central é por isso que tem o transporte urbano, táxi, uber, motoboy, etc.

  16. Rodrigo disse:

    Vai contra tudo o que se fala de mobilidade, um terminal que não se interliga a nada, sequer ao corredor ABCD de troféus.

  17. José disse:

    O prefeito conseguiu piorar o que já era ruim, imagina quanto custou essa obra, então tinha que encontrar uma maneira de utilizar e a população que se dane.

  18. Jose benedito herrera disse:

    Porque não construíram no terreno do jardim falcão acesso rápido a imigrantes e pagava os moradores que tiveram sua casa derrubadas.

  19. Felipe Marques disse:

    Facilita para quem vai para a FEI, mas não tira o fato de que o prefeito tirou a rodoviária do Centro para colocar numa super QUEBRADA, longe, com avenida estreita que congestiona mais que a Avenida Redenção (caminho para a ex-Rodoviária do Centro). Tudo isso no maior segredo e sem a mínima discussão pública. Ninguém sabia disso na cidade, somente os chegadinhos do prefeito. A rodoviária atual do Centro é muito pequena, com infraestrutura caindo aos pedaços, mas a única coisa boa era a localização excelente (com estacionamento pago integrado). Já para chegar no Terminal Grande Alvarenga, tem que pegar a Café Filho… quero ver ônibus-leito passando na entrada do viaduto da saída da Anchieta, que é estreita até para os carros. E a entrada/saída desse terminal até a Imigrantes é muito difícil, não facilita em nada. Mentira das brabas que facilitou o acesso dos ônibus rodoviários para a Imigrantes. Facilitou para quem mora ali perto, mas para o resto, piorou muito. Periga até menos gente usar a rodoviária pela dificuldade de acesso. Para quem está no Centro ou em outro bairro perto do Centro, em muitos horários será preferível ir até Santo André. Quero ver estacionar na proximidade desse terminal…. E duvido se vai ter mais linhas rodoviárias partindo do Assunção do que do Centro. O Centro tá no Corredor ABD, do lado do Baeta Neves, do lado do Poupatempo, da Vila Euclides, DER, Jardim do Mar, bairros super populosos, e dava para ir à pé caso a pessoa tivesse só uma mochila pequena desses bairros todos. E no Assunção? Cadê a acessibilidade? Cheio de ladeiras e de ruas mal iluminadas… Quem não conhece não vai querer ir até a Estrada do Alvarenga. Ou vai para Santo André, ou vai para São Paulo.

    El Pueblo que se f…

  20. Karina disse:

    Hoje passou no rádio 3x o comercial sobre o terminal em menos de 10min. Pra que que querem enfiar goela abaixo agora? Se nem pediram a opinião da população antes? Hummm… Vai ser mais fácil descer no Terminal Tietê, Jabaquara ou Barra Funda, todos em SP, pegar o metrô, ir até a estação Jabaquara e de lá pegar o trólebus e ir pra vários locais de SBC, Diadema ou Santo André. Esse terminal rodoviário de SBC ficará miado. Pra mim faz zero sentido ir até lá. Pra quem vem da praia já é outra história, não sei bem como resolver, talvez vai ser melhor ir até Santo André mesmo e de lá resolver o caminho inverso… Vamos seguir reclamando e não dando dinheiro para as empresas irem até esse terminal, que uma hora isso muda. Enquanto tiver demanda, não vai mudar.

Deixe uma resposta