João Monlevade (MG) realiza audiência pública para encaminhar licitação do transporte coletivo

Contrato com a Enscon, atual concessionária, termina em julho de 2022. Foto: Adriano Almeida/Ônibus Brasil

Marcada para a próxima quinta-feira (28), esta será a segunda reunião sobre o tema promovida pela municipalidade

ALEXANDRE PELEGI

João Monlevade, cidade do interior de Minas Gerais com mais de 80 mil habitantes, realizará na próxima quinta-feira, 28 de abril de 2022, a segunda Audiência Pública sobre os procedimentos licitatórios do transporte coletivo e escolar no município.

Marcada para 14h, a reunião aberta ao público acontecerá no plenário da Câmara Municipal.

A primeira audiência pública sobre o assunto foi realizada no dia 18 de fevereiro passado, e serviu também como ato justificador da conveniência de outorga da concessão do serviço de ônibus municipais.

Os estudos e pesquisas de campo para realizar a concessão estão sendo feitos pela empresa de consultoria Cidade Viva, contratada pela prefeitura através de licitação. A empresa apresentará na próxima audiência os primeiros resultados que definem os critérios da licitação do transporte coletivo.

A empresa realizou pesquisa Origem-Destino para estudar como a população de Monlevade se desloca e para quais locais. A cidade foi dividida em 16 regiões, nas quais foram coletadas informações sobre o deslocamento dos moradores.

O objetivo do novo modelo de concessão é aumentar a qualidade com uma nova rede de transporte, com bilhetagem eletrônica, sistema de informação aos usuários e renovação da frota de ônibus.

A concepção da rede de serviços de transporte deverá ser apresentada na audiência pública, ocasião em que será discutida a minuta do edital do transporte.

A estimativa é que em junho o processo licitatório possa começar de fato.

O contrato da Enscon Viação Ltda, atual empresa concessionária do transporte coletivo em João Monlevade, se encerra no próximo mês de julho.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta