ANTT realiza visita técnica para conhecer mais do modelo de atuação da empresa Flixbus

Foi apresentado veículo da transportadora  parceira Expresso Adamantina

ADAMO BAZANI

Os diretores da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) Rafael Vitale, Davi Barreto e Guilherme Theo Sampaio estiveram em São Paulo (SP), nesta sexta-feira 08 de abril de 2022, em visita técnica na Flixbus, multinacioal que atua na área de mobilidade, ligada à tecnologia e gestão . Segundo a agência, a viagem teve como objetivo conhecer o modelo de negócio da empresa e como ela atua em outros países e no Brasil.

Foi apresentado um ônibus da Expresso Adamantina, umas das parcerias da empresa estrangeira.

O diretor-executivo da Flixbus, Édson Lopes, detalhou das operações da empresa em países da Europa e dos Estados Unidos.

No encontro, foram debatidas questões regulatórias e análises de casos internacionais que podem trazer mais elementos no debate da atual proposta de regulamentação do setor de passageiros, em andamento da Agência.

Também foi apresentado pela equipe da Flixbus o sistema de monitoramento das viagens, que acontece em tempo real e cobre todo território nacional.

Segundo o diretor-geral, Rafael Vitale, o corpo técnico da ANTT está atento a todas as inovações. “Estamos acompanhando as tecnologias que estão ampliando a disponibilidade, a qualidade e a segurança do serviço transporte rodoviário interestadual de passageiros. Importante evoluir no aspecto tecnológico, sempre com aderência a regulação e legislação”, destacou Vitale, por meio de nota.

A FlixBus atua em 38 países na área de mobilidade multimodal, rodoviário e ferroviário, e já transportou 62 milhões de passageiros em todo o mundo. Com mais de 500 empresas parceiras, aposta na tecnologia, inovação e sustentabilidade para oferecer serviço de qualidade, acessível e de segurança aos usuários de transporte interestadual de passageiros no Brasil.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Daniel disse:

    ANTT persegue umas, e é amiga de outras. absurdo.

  2. Lindomar disse:

    Será que já fizeram alguma visita técnica ao Buser para entender o modelo de negócio? 🤔

  3. Daniel Alves Pimentel disse:

    Viagei pela Flixbus na Alemanha, Belgica ,França etc. e notei uma atividade que eles nao realizam la na Eueopa e que precisam realizar aqui :A identificacao das bagagens por passageiros e imprescidivel para seguŕança
    na hora de pega las no desembarque.

  4. Marcos Cesar de Souza de Souza disse:

    Fazer visitas ? A ANTT NÃO PASSA UM DIA SEM ATUAR ESSA EMPRESA. CARROS COM PARA BRISA TRINCADO , FALTA DE DOCUMENTAÇÃO, MOTORISTAS NÃO CADASTRADOS , CARROS CHGANDO NA RODOVIARIA PARA DAR EMBARQUE COM MAIS DE 2 HORAS DE ATRASO, CARROS COM PROBKEMAS MECÂNICOS E ENGUIÇANDO NAS ESTRADAS , NUNCA TEM CARROS DE APOIO OU RESERVAS. DEVERIAM SIM E MELHORAR AS CONDIÇÕES DOS ÔNIBUS NA PARTE MECÂNICA.

Deixe uma resposta