ITDP confere prêmio máximo ao BRT de Peshawar, Paquistão

Especialistas brasileiros participaram de boa parte do projeto

ALEXANDRE PELEGI

O sistema BRT (Bus Rapid Transit) de Peshawar, no Paquistão, recebeu o prêmio máximo (Gold Standard Service) conferido pelo comitê técnico do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês).

Este é o mais alto padrão reconhecido internacionalmente para sistemas de ônibus rápidos.

Segundo o organismo internacional, o “Padrão de Qualidade BRT” permite avaliar o projeto e a operação do corredor com base em práticas internacionais documentadas e disseminadas por um Comitê Técnico internacional de especialistas no tema.

O Comitê, denominado Technical Committee of the BRT Standard (Comitê Técnico do Padrão BRT, em tradução literal) é composto por especialistas de renome mundial. Ele certifica corredores e recomenda revisões do Padrão conforme necessário.

O BRT de Peshawar contou com a participação intensa da Logit, renomada empresa de brasileira. Ao lado de outras empresas internacionais (como a Rebel da Holanda), o projeto foi financiado pelo ADB (Asian Development Bank).

A Logit fez a modelagem, projeto básico e executivo civil, com ajuda a especificação dos ônibus e o projeto executivo das instalações e da parte elétrica. Com a Rebel a especificação da parte eletrônica e tetes.

O consultor brasileiro Cláudio de Senna Frederico, vice-presidente da ANTP, atuou na aprovação do projeto, especificação e realização dos testes e aprovação dos ônibus. Cláudio e o também consultor Arnaldo Luís Santos Pereira atuaram ainda nos procedimentos e organização da operação, manutenção e do treinamento.

O especialista em Marketing em Transportes e Mobilidade Urbana, Roberto Sganzerla, participou na criação do plano de comunicação visual.

O sistema de BRT de Peshawar foi inaugurado em agosto de 2020 e é o serviço de corredor de ônibus rápido mais bem classificado no Paquistão. De acordo com a escala de classificação do ITDP BRT, o Peshawar BRT é categoria Ouro.

A estrutura de Indicadores Chave de Desempenho (KPI) para o sistema Peshawar BRT avalia a média mensal de realização de viagens como 98,99%, pontualidade da viagem como 97,85%, confiabilidade do tempo de viagem como 99,998% e aderência ao cronograma como 98,50%.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta