CPTM apresenta novos uniformes de funcionários

Mudanças entraram em vigor nesta quinta (10). Foto: Divulgação.

Companhia também mudou identidade sonora das estações e trens

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) apresentou nesta quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022, os novos uniformes dos funcionários. Além disso, a companhia também alterou a identidade sonora nas mensagens operacionais e de orientação dos trens e estações.

As novidades foram apresentadas ao público em um evento com o desfile simbólico dos novos uniformes, tendo como modelos os próprios empregados, e ainda toda concepção musical para a identidade sonora dos novos avisos ao público (APs).

“Ao longo dos últimos anos, estamos trabalhando para ampliar a conexão da CPTM com os nossos passageiros. A qualidade da prestação de serviço que buscamos diariamente passa pelas melhorias de infraestrutura das estações, pela inovação que adotamos para a operação, pelos projetos culturais e sociais que realizamos e pelos benefícios que devolvemos aos passageiros. A renovação da comunicação visual nos uniformes e a atualização das mensagens sonoras ampliam o diálogo com o nosso passageiro e reforçam a nossa missão de transportá-lo todos os dias com eficiência, segurança e conforto para o trabalho, suas casas, os estudos e lazer”, afirmou o presidente da CPTM, Pedro Moro, em nota.

Os novos uniformes e a comunicação sonora da companhia também fazem parte das celebrações do aniversário da CPTM, que em 28 de maio completará 30 anos de existência.

Segundo a CPTM, a mudança na modelagem e visual dos uniformes do time operacional de estações, tração (trens) e Centro de Controle Operacional (CCO) começa a ser implantada na Linha 13-Jade e segue um cronograma gradativo para as demais quatro linhas da companhia: 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira.

MÚSICA NAS MENSAGENS SONORAS

O estudo do projeto foi concebido em seis meses por uma equipe interna, que contou com a contratação de uma empresa especializada para os ajustes, trabalho de adequação e caracterização dos textos.

“Para construir a nova identidade sonora, a companhia realizou um estudo que definiu uma personalidade para a marca: transparente em sua comunicação, amigável para estabelecer relacionamento mais próximo com o passageiro e plural por sua abrangência intermunicipal, cultural e social”, detalhou a CPTM.

Assim, os avisos passam a ser iniciados por vinhetas musicais, dando lugar ao antigo gongo (sinal sonoro de atenção). A CPTM personalizou cada tipo de mensagem com uma vinheta: institucional (campanhas educativas e de orientação), operacional (indicação de estações, horários e alertas) e situações de anormalidades (interferência na circulação e serviços de manutenção temporário).

Os novos avisos foram gravados por uma voz feminina, em versões em português e inglês. “Preparamos todo esse processo pensando no passageiro que usa todos os dias os nossos trens e estações. A proposta é entregar um transporte mais acolhedor, mais amigável e confortável. Por isso, os avisos ganharam padronização e quando o passageiro ouvi-los será fácil identificar o tipo de mensagem que queremos passar com toda a clareza. Quando o passageiro compreende a situação, a relação entre todos muda para melhor”, explicou o diretor de Operação e Manutenção da CPTM, Luiz Eduardo Argenton, também em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
   
Assine
     
Comentários

Comentários

  1. ENGRAÇADO…o custo ninguém fala não é mesmo?? A empresa está no AZUL, não é senhor Moro???

Deixe uma resposta