Metrô de São Paulo encomenda 19 trens para a Linha 15-Prata de monotrilho

Segundo o Metrô, as composições vão atender a ampliação da linha e possibilitar também a redução dos intervalos de circulação. Foto: Divulgação.

Com a compra, frota será composta por 46 unidades

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo assinou nesta quinta-feira, 13 de janeiro de 2022, a Ordem de Serviço para a compra de 19 novos trens para a Linha 15-Prata de monotrilho.

Com isso, a linha vai passar a ter uma frota com 46 unidades. Segundo o Metrô, as composições vão atender a ampliação da linha e possibilitar também a redução dos intervalos de circulação.

O documento assinado nesta quinta autoriza o Consórcio CEML a iniciar a fabricação dos trens. As composições serão entregues gradualmente até a conclusão da ampliação da linha, que será feita pelo Metrô sentido Jacu Pêssego e Ipiranga.

PADRÃO DOS TRENS

Ainda segundo o Metrô, os trens seguirão o padrão das demais 27 unidades da Linha 15, com 86 metros de comprimento por 3,15 metros de largura.

Todos contarão com sistema de ar-condicionado, interligação entre carros, operação automática e sistema de câmeras com monitoramento em tempo real.

Ao todo, são quatro portas por carro, com 1,60 m de largura para facilitar o embarque e desembarque. As composições são fabricadas com estrado de aço e conjuntos de paredes laterais e teto em alumínio extrudado e equipadas com motores elétricos de ímã permanente refrigerados a água, menores, mais potentes e eficientes energeticamente, em comparação aos motores convencionais.

O Metrô explica que as composições circulam sobre vigas de concreto, sendo cada carro equipado com quatro pneus de carga, na vertical, que passam sobre a parte superior da viga de concreto.

Outros seis pneus-guia ficam na horizontal, encostados à lateral da viga, proporcionando a estabilidade necessária ao trem. Cada composição, com sete carros, conta com 112 pneus, ao todo.

AMPLIAÇÃO DA LINHA

O projeto de ampliação da Linha 15 em andamento considera a expansão à leste, após a estação Jardim Colonial, com mais duas estações e cerca de três quilômetros de extensão até Jacu Pêssego, além de um novo pátio de manutenção.

O Metrô informou ainda que está concluindo a licitação para a contratação dessas obras. Já no lado oeste, após Vila Prudente, a linha vai ganhar a estação Ipiranga, conectando-se à Linha 10-Turquesa da CPTM. A documentação está sendo elaborada para licitar a obra.

Atualmente, a Linha 15 opera com 14,6 quilômetros de extensão e 11 estações entre Vila Prudente e Jardim Colonial.

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte, o Metrô destinou mais de R$ 15 milhões para a expansão da linha.

Relembre:

Metrô destina mais R$ 15 milhões para expansão da Linha 15-Prata

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta