Tietê (SP) terá tarifa zero no transporte, diz prefeito

Foto: Reginaldo Vieira / Ônibus Brasil

Vlamir Sandei anunciou novidade em transmissão pelas redes sociais; licitação deverá ser realizada em março de 2022

ALEXANDRE PELEGI

Tietê, cidade com mais de 40 mil habitantes no interior de São Paulo, terá em breve transporte coletivo urbano gratuito.

A novidade foi anunciada nessa quarta-feira, 05 de janeiro de 2022, pelo Prefeito Vlamir Sandei.

Em anúncio transmitido ao vido pelas redes sociais, Sandei relatou a decisão após concluir reunião com o Secretário Municipal de Administração e Modernização Paulo Fuza e de Finanças Everton Miguel.

De acordo com o prefeito, a população não mais terá custo para se locomover no transporte coletivo de um bairro a outro, ou do bairro para o centro.

A implantação da tarifa zero, no entanto, depende de procedimentos legais que ainda precisam ser superados pelo Poder Executivo.

Ao lado dos Secretários Paulo e Everton, o Prefeito cobrou urgência nas tratativas, e recebeu como resposta do secretário Paulo Fuza (Administração) que todas as providências, com os estudos necessários realizados, já estão em andamento.

Fuza afirmou que acredita que o processo licitatório deverá estar concluído em março deste ano. Já o secretário de Finanças declarou que os recursos para atender à proposta de tarifa zero encontram-se em planejamento na Secretaria de Finanças.

Com a tarifa a R$3,20 o cálculo do prefeito é que durante 20 dias do mês, com a tarifa gratuita, a população terá uma economia mínima de R$ 128,00.

O transporte público de Tietê é atualmente operado pela empresa Tieteense, que administra o Cartão de Bilhetagem Eletrônica Mobilidade Tietê.

HISTÓRICO:

Tietê vem enfrentando dificuldades para licitar o transporte na cidade.

Após suspender uma concorrência anterior em novembro de 2018, a prefeitura divulgou em abril de 2019, ato de abertura de Licitação/Convite para a contratação de empresa de consultoria para realizar a modelagem do Sistema de Transporte Coletivo do Município. Relembre: Prefeitura de Tietê abre concorrência para consultoria do Sistema de Transporte Coletivo do Município

A concorrência para concessão do transporte coletivo de Tietê, cidade com mais de 40 mil habitantes, foi inicialmente publicada no dia 30 de novembro de 2018 no Diário Oficial do Estado, e suspensa no final de dezembro, sem previsão de nova data.

O encerramento do processo licitatório estava marcado para o dia 7 de janeiro de 2019.

Uma informação no site da administração municipal comunicava o adiamento, sem citar os motivos do cancelamento.

A prefeitura apenas indicou um número de telefone para os interessados dirimirem suas dúvidas.

A licitação foi novamente lançada em abril de 2020, com a Concorrência marcada para 08 de junho.

O processo foi novamente suspenso no dia 05 de junho de 2020.

Atualmente a cidade opera com 7 linhas circulares:

Linha: Linha 1A – São Pedro (Jd. Cornélio Pires/ Jd. Bandeirantes/ Jd. Bertola) para Terminal (Segunda- à Sexta-Feira)

Linha: Terminal – Altos do Tietê

Linha: Terminal – Jardim Bonanza

Linha: Terminal – Jardim da Serra

Linha: Terminal – Jd. Cornélio Pires

Linha: Terminal – Povo Feliz

Linha: Terminal Cohab (Via Terras de Santa Maria) (Segunda à Sexta-Feira)

O transporte na cidade é operado pela empresa Tieteense, que administra o Cartão de Bilhetagem Eletrônica Mobilidade Tietê.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta