Rio monta esquema especial de transporte e trânsito para virada do ano; objetivo é evitar aglomerações

Foto: Secom / prefeitura do RJ

Ônibus fretados serão vetados, e estações do metrô fecharão mais cedo, tudo para desestimular deslocamentos pela cidade; dezenas de linhas de ônibus terão mudanças

ALEXANDRE PELEGI

Para quem vai passar a virada do ano novo no Rio de Janeiro é melhor se informar bem.

A prefeitura decidiu tomar algumas medidas para reduzir os deslocamentos pela cidade, muito em função da pandemia de Covid-19 e o surgimento da variante ômicron.

Em declarações nesta quinta-feira, 23 de dezembro de 2021, o prefeito Eduardo Paes explicou a estratégia de mobilidade que será adotada: “Vamos ter controle de acesso ao município e a Copacabana. Estamos fazendo de tudo para desincentivar deslocamentos e grandes aglomerações”, afirmou Paes.

A tradicional queima de fogos vai acontecer em dez pontos da cidade: Copacabana, Flamengo, Barra da Tijuca, Recreio, Praia de Sepetiba, Bangu, Parque Madureira, Igreja da Penha, Ilha do Governador e Piscinão de Ramos.

ÔNIBUS

A prefeitura adiantou que mais de 20 linhas de ônibus mudarão o itinerário a partir das 20h da véspera de Ano Novo. A operação especial estará concentrada nos transportes que circulam por Copacabana, Barra e Recreio. Nessee locais serão implantados pontos de bloqueio, tudo para diminuir as chances de aglomeração nos dez pontos de queima de fogos.

Ao contrário de outros anos, não haverá reforço na frota dos ônibus municipais.

Confira como será a operação:

= Linhas de ônibus com destino a Copacabana: interromperão itinerário em Botafogo, e retornarão pelas ruas São Clemente, Real Grandeza e Voluntários da Pátria. Linhas:

415 (Muda/Usina)

455 (Méier)

457 (Abolição)

472 (Triagem)

474 (Jacaré)

483 (Penha)

485 (Penha)

Troncal 1 (Central)

Troncal 4 (Rodoviária)

= Linhas com destino a outros bairros, que passam por Copacabana, terão desvios pela Lagoa Rodrigo de Freitas. Linhas:

426 (Usina – Jardim de Alah)

432 (Vila Isabel – Gávea)

Troncal 6 (Rodoviária – Jardim de Alah)

= Linhas de Ipanema com destino a Copacabana: retornarão pelas ruas Visconde de Pirajá, Bulhões de Carvalho e Avenida Rainha Elizabeth, seguindo pela Rua Prudente de Morais. Linhas:

539 (Ipanema – Rocinha (via Estrada da Gávea)

557 (Ipanema – Rio das Pedras)

Integrada 2 (Ipanema – Alvorada [Avenida Lúcio Costa])

Integrada 6 (Ipanema – Cidade de Deus [via Itanhangá])

Integrada 8 (Ipanema – Recreio [via Lagoa-Barra/Av. das Américas])

Integrada 9 (Ipanema – Piabas [via Av. Niemeyer/Av. Benvindo de Novaes])

= Barra da Tijuca: todas as linhas da Avenida Lúcio Costa — nos dois sentidos — serão desviadas para a Avenida das Américas.

= Recreio dos Bandeirantes: Todas as linhas que circulam pela Avenida Lúcio Costa seguirão pela Avenida Guiomar Novaes para, então, acessar a Avenida das Américas.

FRETADOS

A prefeitura vai impedir a entrada de ônibus e vans fretados na cidade a partir da meia-noite do dia 30 de dezembro.

ESTACIONAMENTO

Será proibido estacionar nas ruas de Copacabana e nas vias de acesso ao bairro a partir das 18h do dia 30. A partir das 19h do dia 31, apenas táxis com passageiros com comprovante de trabalho, residência ou hospedagem ou automóveis de uso pessoal poderão entrar no bairro. Às 22h, o bloqueio passa a ser total, e só quem estiver a pé poderá entrar em Copacabana.

METRÔ

Em mais uma medida para restringir o deslocamento pelo Rio de Janeiro o prefeito Eduardo Paes anunciou o fechamento das estações de metrô às 20h do dia 31 de dezembro com retorno da operação às 7h do dia 1º.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta