Rio Branco (AC) determina intervenção no sistema de transporte por 120 dias

Foto: Alvaro Vinicius / Ônibus Brasil

Prefeitura considera, entre outros fatores, o alto índice de reprovação do serviço prestado pelas operadoras e as péssimas condições da frota de ônibus

ALEXANDRE PELEGI

Após o prefeito de Rio Branco, no Acre, Tião Bocalom, anunciar na segunda-feira, 20 de dezembro de 2021, que iria decretar situação de emergência no Transporte Coletivo da cidade, nesta quarta-feira (22) saiu publicado em Diário Oficial um decreto de intervenção em todo o sistema de ônibus.

O decreto de intervenção operacional e financeira atinge o Sistema Integrado de Transporte Urbano de Rio Branco (Siturb) e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Estado do Acre (Sindicol).

Pelo prazo de 120 dias, prorrogáveis por igual período, tempo que vai perdurar a intervenção, as empresas são obrigadas a manter seus ônibus em circulação.

Nas justificativas do decreto, o prefeito afirma que, além da empresa Auto Viação Floresta ter sido suspensa por “inúmeros flagrantes descumprimentos das disposições contratuais”, as outras empresas, São Judas Tadeu e Via Verde, estão com suas frotas em péssimas condições, “com uma defasagem de renovação em média de mais de 10 (dez) anos”.

O texto cita ainda “os grandes reclames e diversas paralisações por parte dos motoristas de ônibus das empresas Concessionárias sob o argumento de atraso e não pagamento de verbas trabalhistas”. Diante disso, o decreto cita a necessidade do Município de adotar providências imediatas “que apurem os constantes atrasos de salários e as péssimas condições da prestação dos serviços das empresas concessionárias”.

A intervenção, afirma a prefeitura, ocorre pelo descumprimento das Concessionárias no adimplemento de suas obrigações tributárias, previdenciárias e trabalhistas, “bem como as péssimas condições de prestação dos serviços”.

Com a intervenção, o SINDCOL ou as concessionárias deixam de ter qualquer ingerência na administração dos bens. A prefeitura, assim, assume todo o acervo material (ônibus, por exemplo), bem como todo o pessoal necessário à execução do sistema de geração de créditos, venda, recebimento, controle e repasse dos créditos tarifários do SITURB.

Leia o decreto na íntegra:


 

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Pavanelli, Renato Carlos. disse:

    Rio Branco (AC) determina intervenção no sistema de transporte por 120 dias = = = Publicado em: 22 de dezembro de 2021 – Nas justificativas do decreto, o prefeito afirma que, além da empresa Auto Viação Floresta ter sido suspensa por “inúmeros flagrantes descumprimentos das disposições contratuais” – – – – – Prezados, para lembrança o Proprietário da Auto Viação Floresta, é a Pessoa de Waldir Mansur Teixeira, Tinha Empresa de ônibus em Americana e Perdeu o Negócio por “Incompetência” foi Proprietário da Viação Rápido SUDESTE de Limeira, Fechou a Garagem e Desapareceu com todos os ônibus, Deu Golpe nos Funcionários que Não receberam nada até Hoje. Tremendo Golpista, “Não Vem em Limeira por Receios de Apanhar Muito dos Funcionários (alguns até faleceram de agonia e desespero). Esse Brasil, se Não estivesse Podre desde o Descobrimento, Tipo dessa Pessoa Já Estaria condenado e Preso por muitos anos. Parabéns para a Inércia das “Atoridades Brasileiras”.

Deixe uma resposta