Procon de São Paulo envia ofício para a ANAC pedindo esclarecimentos sobre a suspensão da Itapemirim

Foto: Diário do Transporte

Órgão de defesa do consumidor quer entender os detalhes que levaram a Agência a suspender a autorização de voo da companhia

WILLIAN MOREIRA

O Procon de São Paulo enviou nessa terça-feira, 21 de dezembro de 2021, um ofício para a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) cobrando esclarecimentos do porque houve a suspensão do COA (Certificado de Operador Aéreo) da Itapemirim.

O órgão de defesa do consumidor disse em nota para a imprensa que tomou conhecimento da interrupção das operações da ITA e da suspensão de sua autorização de voar somente por meio da imprensa, das notícias vinculadas sobre o assunto, e por informação publicada no site da ANAC.

O Procon quer saber a quanto tempo a empresa estava solicitando autorização para funcionamento e operação dos serviços de transporte aéreo e quando tal permissão foi concedida.

É pedido também que a ANAC esclareça se a empresa é uma subsidiária do Grupo Itapemirim que se encontra em recuperação judicial e se isto foi consultado e verificado antes de emitir o COA.

Os transtornos causados aos consumidores de todo o país, especialmente aqui no Estado de São Paulo, são de dimensões alarmantes, fator de preocupação inclusive quanto à segurança daqueles que foram abandonados nos aeroportos e em seus destinos, sem qualquer tipo de auxílio”, afirmou o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, na mesma nota divulgada para a imprensa.

Por fim, o Procon também quer saber da saúde financeira da Itapemirim e sua higidez econômica para conseguir obter a permissão de voar.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta