Itapemirim afirma que já atendeu mais de 25 mil passageiros prejudicados pela suspensão dos voos da companhia

Grupo informa que já processou R$ 7,8 milhões em pedidos de reembolso junto às operadoras de cartão de crédito

ALEXANDRE PELEGI

Em comunicado à imprensa encaminhado ao final da tarde desta terça-feira, 21 de dezembro de 2021, a Itapemirim Transportes Aéreos informa que já foram processados R$ 7,8 milhões em pedidos de reembolso de cartões de crédito.

O balanço abrange os dois primeiros dias úteis após a suspensão temporária das operações da empresa aérea.

O comunicado garante que os valores serão estornados aos clientes diretamente na fatura do cartão de crédito em um prazo de até 30 dias. “A ITA enviará diariamente às operadoras todos os pedidos de reembolso solicitados no dia anterior”, completa o comunicado.

Até esta terça-feira, ainda segundo a empresa, 25.696 passageiros já foram atendidos, quantidade que corresponde a 56% dos impactados até 31 de dezembro.

Para agilizar o processo de reembolso a ITA desenvolveu uma nova solução em seu site. “Basta clicar na aba Reembolso, localizada no menu superior, preencher o formulário e enviar. Todos os pedidos serão tratados individualmente com prazo de pagamento em até 30 dias”, garante a ITA.

O atendimento pode ser feito também pelo telefone 0800 723 2121 e pelo chat presente no site da companhia. O horário de atendimento é das 6h às 21h.

“A ITA alerta que, devido à alta demanda, pode haver uma demora acima do esperado para o atendimento”.

Ao final da nota, a companhia diz que trabalha em sua reestruturação “para a retomada de suas operações o mais breve possível”.

Leia a nota na íntegra:

Aviso à imprensa

Atualização sobre reacomodação dos passageiros da Itapemirim Transportes Aéreos

São Paulo, 21 de dezembro de 2021 – A Itapemirim Transportes Aéreos informa que nos dois primeiros dias úteis após a suspensão temporária de suas operações já foram processados R$ 7,8 milhões em pedidos de reembolso junto às operadoras de cartão de crédito.

Os valores serão estornados aos clientes diretamente na fatura do cartão de crédito em um prazo de até 30 dias. A ITA enviará diariamente às operadoras todos os pedidos de reembolso solicitados no dia anterior.

A ITA tem trabalhado arduamente para promover a reacomodação ou reembolso dos valores pagos. Até esta terça-feira (21), 25.696 passageiros, o equivalente a 56% dos impactados até 31 de dezembro; já foram atendidos.

Para dar agilidade ao processo, a ITA desenvolveu uma nova solução em seu site para facilitar os pedidos de reembolso. Basta clicar na aba Reembolso, localizada no menu superior, preencher o formulário e enviar. Todos os pedidos serão tratados individualmente com prazo de pagamento em até 30 dias.

Além disso, o atendimento pode ser feito pelo telefone 0800 723 2121 e pelo chat presente no site da companhia. O horário de atendimento é das 6h às 21h. A ITA alerta que, devido à alta demanda, pode haver uma demora acima do esperado para o atendimento.

A companhia orienta os passageiros que não tentem realizar check-in online e não compareçam aos aeroportos antes de contatar a empresa aérea.

Para aumentar as possibilidades de reacomodação, o Grupo Itapemirim também está utilizando a sua empresa de transporte rodoviário, a Viação Itapemirim, como parte do plano de contingência para a reacomodação dos passageiros por via terrestre.

Reforçamos que o Grupo Itapemirim orienta que apenas os clientes que estejam fora de seu domicílio, e que tenham viajado anteriormente com a ITA, entrem em contato nos canais de atendimento da companhia, exclusivamente para reacomodação de retorno aos seus destinos de origem. Clientes que ainda estejam em sua cidade de domicílio, com voos programados para os próximos dias, serão atendidos exclusivamente com o reembolso integral dos valores pagos.

Mais uma vez, lamentamos os transtornos causados. A ITA reafirma seu compromisso de prestar toda assistência aos passageiros, conforme prevê a resolução 400 da ANAC. A companhia trabalha neste momento em sua reestruturação para a retomada de suas operações o mais breve possível.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta