STF retira da Justiça Federal processo que condenou ex-governador do RJ por corrupção nos transportes

Dentro do processo, Jacob Barata Filho chegou a admitir haver uma 'caixinha da Fetranspor'. Foto: Divulgação.

Decisão atende a recurso da defesa do empresário Jacob Barata, conhecido como ‘Rei dos Ônibus’

JESSICA MARQUES

A Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu retirar da Justiça Federal o processo que condenou o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, por corrupção nos transportes.

Essa decisão atende a um recurso da defesa do empresário Jacob Barata, conhecido como “Rei dos Ônibus”. Com isso, a Operação Ponto Final sai das mãos do juiz Marcelo Bretas.

Com a mudança, o novo juiz, da Justiça Estadual, vai rever todas as decisões do processo. Assim, a sentença do ex-governador pode ser anulada, assim como a de outros réus.

A Operação Ponto Final aponta que um esquema de corrupção no setor de transportes do Rio de Janeiro resultou em cerca de R$ 500 milhões em propina. O valor teria sido pago por empresários a políticos, em troca de benefícios, que incluem inclusive aumentos de tarifa sem fundamento.

Dentro do processo, Jacob Barata Filho chegou a admitir haver uma “caixinha da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro)”. Com isso, R$ 80 milhões foram devolvidos pelo empresário à Justiça.

Na última semana, o STF também decidiu arquivar a denúncia de evasão de divisas contra Barata Filho.

Relembre:

STF arquiva denúncia contra Jacob Barata Filho, o ‘Rei do Ônibus’

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. DeSouza disse:

    Mais uma prova de que os interesses do Estado, sempre mancomunado com o privado, com o apoio do judiciário, passa como um trator por cima da legalidade. Fez-se justiça? Caramba, o próprio réu confessou a maracutaia! E aí vem a dona Justa e diz: ‘não foi bem assim, … ocorreram erros processuais… que prejudicaram o réu!!! Sim, mas o CARA É RÉU CONFESSO E O CRIME HOUVE! Este país está tomado por interesses escusos que ligam o privado, o executivo, o legislativo e o judiciário….. Chico Buarque está certo….CHAMEM O LADRÃO (me perguntem se um juiz do STF tem Portugal como seu destino de lazer, e curiosamente o paraíso dos Barata!). Acorda meu povo!

  2. carlos souza disse:

    Tribunal de Haia neles.No caso da família Barata,uma boa naftalina e uma boa dose de Detefon basta.KKKKKKKKK……

  3. carlos souza disse:

    Pra essa turma´peroba neles.No RS existe uma marca de produtos anti-animais prejudiciais chamada Jimo.E um desse produtos é o Jimo cupim.Também é bom contra caras-de-pau.

Deixe uma resposta