Marcopolo freta navio e embarcou 154 ônibus pelo Porto de Paranaguá para a África nesta segunda (13)

Foram 109 ônibus urbanos do modelo Viale e 20 unidades do modelo rodoviário Viaggio 1050 para a Costa do Marfim, e 25 veículos Torino para Angola

ADAMO BAZANI

A Marcopolo embarcou nesta segunda-feira, 13 de dezembro de 2021, 154 ônibus para o Continente Africano, pelo Porto de Paranaguá, no Paraná.

Segundo informações do governo paranaense, o embarque faz parte de um contrato que prevê a entrega de 472 veículos.

Dos 154 coletivos exportados, 109 são ônibus urbanos do modelo Viale e 20 unidades do modelo rodoviário Viaggio 1050 para a Costa do Marfim. Também integram o lote, 25 veículos Torino para Angola.

A viagem deve durar em torno de 15 dias. Cada ônibus possui aproximadamente de 13 metros de comprimento, 3 metros de altura e 2,6 metros de largura, variando de um modelo para outro.

A operadora da carga no Porto de Paranaguá foi a Marcon. O armador do navio Maestro Universe, na operação desta segunda (13), foi a empresa Wasa.

O navio tem vários pisos, como se fosse uma garagem vertical.

Os ônibus tiveram de seguir um itinerário pré-determinado entre o pátio do porto e a embarcação e foram colocados em lotes.

Cada ônibus foi abastecido uma quantidade de diesel mínima, mas suficiente para as operações de embarque e desembarque, para não aumentar o peso a ser transportado.

Quem guiou os veículos do cais até o navio foram os estivadores que sobem pela rampa da embarcação (tipo ro-ro).

Para aproveitar melhor o espaço, os coletivos foram colocados quase sem espaços entre eles. Para-choques e retrovisores, entre outros itens que podem bater um no outro, foram isolados com proteções especiais.

Os ônibus foram presos por correntes e apoios no piso de cada um dos andares do navio para impedir qualquer movimentação durante a viagem, já que pode ter haver agitação marítima que provoca deslocamento da carga.

Por meio de nota, o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Junior, disse que têm sido cada vez mais frequentes os embarques de ônibus pelo local para diversos países.

Silva Júnior também destacou a importância da mão de obra.

“Ficamos muito satisfeitos por sermos a opção de embarque desses grandes lotes de ônibus, que estão cada vez mais frequentes, desde o ano passado. Tanto os trabalhadores avulsos, quanto a equipe da operadora portuária têm mais de 15 anos de prática com esse tipo de embarque”

No começo dos anos 2000 a Marcopolo exportou em diferentes embarques, cerca de mil ônibus rodoviários para os Emirados Árabes e, para realizar um dos envios, fretou um navio que fez o embarque de cerca de 180 unidades pelo Porto de Angra dos Reis também.

O coordenador Comercial de Mercado Externo para a região do Oriente Médio e África da Marcopolo, Ângelo Luís Corsetti, disse em nota divulgada pelo Governo do Paraná, que apenas nos últimos seis anos a empresa já exportou cerca de 5 mil ônibus para mais de 20 países da África.

“Este negócio demonstra todo o empenho da Marcopolo em desenvolver novos negócios e mercados e reforça a nossa expressiva e crescente presença no continente africano”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Alberto disse:

    Quem sabe será este o momento certo para focarmos as nossas atenções nas produções De Ônibus,já que a indústria automobilística está em decadência no Brasil?

Deixe uma resposta