Juiz de Fora (MG) lança licitação do Terminal Rodoviário Miguel Mansur

Local possui uma movimentação média diária entre 4.500 e 5 mil pessoas entre embarques e desembarques. Foto: Arquivo / Prefeitura de Juiz de Fora.

Certame está marcado para 12 de janeiro de 2022, no auditório da sede da Prefeitura

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais, publicou nesta semana o edital de licitação para a concessão do Terminal Rodoviário Miguel Mansur.

Segundo a administração municipal, o certame será realizado na modalidade de concorrência, voltado para pessoas jurídicas que atuam no ramo.

A licitação está marcada para o dia 12 de janeiro de 2022, no auditório da sede da Prefeitura. Na ocasião, serão abertos os envelopes com os documentos de habilitação e com propostas de preços.

O terminal possui uma movimentação média diária entre 4.500 e 5 mil pessoas entre embarques e desembarques.

A concessão inclui os serviços de administração, operação, exploração comercial e execução de obras de complementação e adequação do Terminal Rodoviário de Juiz de Fora pelo período de cinco anos. Os critérios de escolha será o menor valor das tarifas do serviço público a ser prestado e a maior oferta representado por percentual sobre o faturamento bruto mensal. Não será admitida oferta de taxa de outorga mensal com percentual inferior a dez por cento.

O Edital completo pode ser obtido aqui.

Entre as exigências da concessão, também estão os seguintes itens:

a realização de reformas civis; obras de adequação viária interna; construção de passarela coberta, de abrigos e fachada nova da rodoviária; implantação de cobertura do estacionamento rotativo e de táxis; construção de guarita e portão para acesso dos ônibus rodoviários; troca de todo o telhado; obras de ampliação e reforma dos sanitários tarifados; obras de adequação do antigo sanitário gratuito; fornecimento de equipamentos diversos, novos mobiliários; e implantação de sistemas de tecnologia da informação e monitoramento do terminal.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta