Vereadores de Blumenau aprovam fim da gratuidade para várias categorias profissionais

Foto: Jonatan Eduardo Jurk Ramos / Ônibus Brasil

Professores perdem o direito ao pagamento de meia tarifa

ALEXANDRE PELEGI

A Câmara de vereadores de Blumenau, em Santa Catarina, aprovou o Projeto de Lei 8420/2021, de autoria do Executivo, que revoga leis e dispositivos que estabelecem gratuidades no transporte coletivo urbano.

A votação ocorreu na sessão dessa terça-feira, 07 de dezembro de 2021, e agora segue para sanção do prefeito.

Na justificativa do texto, o prefeito Mário Hildebrant (Podemos) destaca que as revogações marcam o início do processo de revisão das gratuidades no transporte coletivo do município catarinense.

O prefeito ainda avalia a necessidade das gratuidades parciais ou integrais para portadores de deficiência e estudantes.

Veja a relação dos profissionais que perderam a gratuidade:

Policiais Militares

Agentes da Guarda Municipal de Trânsito

Policiais civis

Fiscais da Vigilância Sanitária

Bombeiros Voluntários

Agentes de Combate ao Aedes aegypti

Agentes de Saúde

Professores da rede estadual (benefício da meia tarifa)

O líder do governo, vereador Marcelo Lanzarin (PODE), afirmou que a proposta foi elaborada pelo grupo de trabalho formado pela Agir (Agência Intermunicipal de Regulação, Controle e Fiscalização dos Serviços Públicos Municipais), pela Blumob (concessionária do transporte municipal) e pela Seterb (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), com a proposta de equalizar alguns déficits que existem no transporte coletivo.

Para Lanzarin, boa parte das categorias citadas na proposta não faz uso desse requisito gratuidade transporte coletivo.

O presidente da Câmara relatou ainda que o projeto revoga gratuidades de pacientes do SUS transplantados e ostomizados, mas que existe lei posterior que estabeleceu que a Secretaria de Saúde deve arcar com o passe desses pacientes.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOAO LUIS GARCIA disse:

    Toda gratuidade quando concedida deve ter uma fonte de custeio, nos moldes atuais o que vemos é simplesmente a concessão do benefício sem informar de onde sairá o recurso para o seu custeio.
    Joga-se nas costas do passageiro pagante e do concessionário a manutenção do custeio das gratuidades.
    Isso tem que mudar pois está levando muitos sistemas de transportes em todo País ao colapso, aumentar a passagem para a manutenção dos atuais moldes também não deve ser a saída mais correta pois o passageiro pagante já não aguenta mais custear sozinho o privilégio de poucos.

  2. GASPAR PJ AMPARO disse:

    TEM QUE REVER AS GRATUIDADES NO TRANSPORTE SE SP CAPITAL,A MAIORIA DAS FRAUDES SÃO DOS QUE TEM DIREITO A GRATUIDADE NO SISTEMA DE TRANSPORTE DE SP…FICA A DICA…OBS:ALÉM DE SER DE GRAÇA AINDA USAM DE FAZER FORMA ERRADA O SEU BENEFÍCIO,EMPRESTANDO O BILHETE PRA TERCEIROS,PRA BILHETEIROS NO PQ D PEDRO,ALUGANDO ETC ETC…CHEGA NÉ….

  3. MARIANA PLOTEGHER disse:

    CONCORDO, O MESMO DEVERIA SER PARA OS ACIMA DE 60 ANOS, DEVERIA SER SO PARA OS EXTREMAMENTE CARENTES. O MESMO PARA OS DIREITO DE ESTACIONAMENTO, ETC… ELES VAO NO BAILÃO, DANCAM A TARDE INTEIRA, DEPOIS NO ÔNIBUS O COITADO DO TRABALHADOR TEM QUE DAR LUGAR PARA SENTAR. CONCORDO 100% COM ESSES DIREITOS SIM, MAS PARA DEFICIENTES, GRÁVIDAS, COM CRIANÇAS NO COLO.

  4. Ecio manoel disse:

    Vamos falar de BLUMENAU, então estão querendo se redimir por ter quebrado as empresas de trasporte de nosso municipio, OU DANDO MAIS DINHEIRO AINDA PARA BLUMOB, sera que isso não é maneira de justificar, em beneficiar MAIS UMA VEZ ESTA EMPRESA, que até agora não entendo, ou até entendo, mas é, proibido FALAR!
    COM A RESPOSTA, NOSSO PODEROSO E ENROSCADO, LEGISLATIVO.
    EM TEMPO:
    Porquê, não foi feito ou beneficiado, anteriormente, as empresas genuinas de nossa cidade, e agora para esta TUDO, até cavar benefícios…

  5. Rosane disse:

    Olá. E a qualidade deste e os horários quando será questionado pela Câmara de vereadores????
    Porque que precisa destes tem que se deslocar pro trabalho nos domingos e uma porcaria.

  6. Oscar Francisco da silva disse:

    Além desses citados que deverão perder a gratuidade das passagens tem que incluir correios e muitos outros é só pensar que tem muito neguinho andando gratuitamente.

  7. Ministério Público disse:

    Cavalgada!

Deixe uma resposta