Greve de ônibus metropolitanos de Minas Gerais é descartada após assinatura de acordo, diz Seinfra

Trabalhadores aceitaram proposta de reajuste salarial de 9% e nos benefícios

ADAMO BAZANI

Sindicatos de rodoviários e empresas entraram em acordo nesta quinta-feira, 25 de novembro de 2021, e uma greve de ônibus metropolitanos em Minas Gerais foi descartada.

A informação é da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade) que regula o sistema.

A pasta diz que foi comunicada pelo Simtram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano).

Ainda de acordo com o comunicado, a proposta aceita pelos trabalhadores prevê 9% de reajuste salarial, a partir de outubro de 2022. Também ficou acordado o reajuste no valor do vale-alimentação em 9% e o retorno do adicional de função suplementar para 20%, a partir de novembro de 2021.

A Seinfra diz que acompanhou toda a negociação, para garantir o pleno funcionamento das linhas do Sistema de Transporte Metropolitano.

Além do Sintram, assinam o acordo a Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Minas Gerais (FETTROMINAS), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários da Região Metropolitana de Belo Horizonte (STRRMBH), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviário de Belo Horizonte (STTRBH), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Contagem (SINTETCON), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Betim (SINTTRAB), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Brumadinho, Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Itaúna, Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sete Lagoas, Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Esmeraldas (SITTRACON).

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta